Professora Bebel. Deputada Estadual e presidenta da Apeoesp
Alesp/Divulgação
Professora Bebel. Deputada Estadual e presidenta da Apeoesp

O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOESP) prometeu greve para impedir a volta às aulas em fevereiro . Após o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) liberar que as mais de 5,1 mil escolas da rede estadual retornem às atividades, o sindicato afirma que "não haverá volta enquanto não houver segurança sanitária".

Procurada pelo iG , a presidenta do sindicato, Maria Izabel Azevedo Noronha, mais conhecida como Professora Bebel , afirmou que "Doria mente ao dizer que existe segurança" para o retorno das atividades escolares.

"As aulas só vão voltar quando houver segurança. Quando houver vacina para os profissionais da educação. É um absurdo querer que os professores voltem sem nenhuma segurança sanitária."

Você viu?

"Não adianta Doria e Rossieli [Secretário da Educação] falarem que vai voltar. Não vai. Ele [Dória] é mentiroso. Não adianta usar apenas uma escola de modelo integral como exemplo. Vá para periferia, lá tem escolas que não possuem condições mínimas em um momento de pandemia", completou a sindicalista.


Secretaria da Educação garante medidas de contenção ao vírus

Procurada pelo iG , a  Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) afirmou que a retomada das aulas é pautada em medidas de contenção da epidemia, obedecendo aos critérios de segurança estabelecidos pelo Centro de Contingência do Coronavírus.

A pasta disse, ainda, que as 5,1 mil escolas estaduais receberam R$ 700 milhões por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola de SP para manutenção e conservação das unidades para a volta segura das aulas presenciais. 

 "Para a retomada, a Seduc-SP adquiriu e distribuiu uma série de insumos destinados tanto aos estudantes quanto aos servidores, como 12 milhões de máscaras de tecido, mais de 440 mil faceshields (protetor facial de acrílico), 10.740 termômetros a laser, 10 mil totens de álcool em gel, 221 mil litros de sabonete líquido, 78 milhões de copos descartáveis, 112 mil litros de álcool em gel, 100 milhões de rolos de papel toalha e 1,8 milhão de rolos de papel higiênico."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários