Secretária municipal de Educação de Belo Horizonte Ângela Dalben
Amira Hissa/PBH
Secretária municipal de Educação de Belo Horizonte Ângela Dalben

As aulas presenciais para a educação básica devem retornar em março, informou nesta sexta-feira (29) a Prefeitura de Belo Horizonte . A possibilidade é avaliada por conta de as contaminações pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) nesse faixa etária serem mais raras. 

"Se tudo correr bem, se a cidade permanecer com os cuidados, nós estamos em plenos estudos sob a orientação dos nossos especialistas, prevendo a possibilidade de um retorno em março. Essa é a nossa esperança: retorno das atividades presenciais para algumas faixas em março, mas isso depende do comportamento da cidade", afirmou a secretaria municipal de Educação, Ângela Dalben.

O secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, explicou que o "ideal" seria o retorno após a vacinação dos professsores. Machado ponderou, no entanto, que "estamos recebendo vacina a conta-gotas". "Há um contingente grande [para vacinar]", disse o secretário.

Você viu?

"Há um risco menor nessa faixa etária. Professores são mais jovens. Estamos estudando um protocolo com número pequeno de estudantes na sala", afirmou Machado.

As aulas presenciais estão restritas em Belo Horizonte desde março de 2020, quando surgiram os primeiros casos de Covid-19 no Brasil.

Nesta sexta-feira (29), o prefeito  Alexandre Kalil (PSD) também anunciou a reabertura parcial de comércios na capital mineira a partir de segunda-feira (1º).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários