Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega receberam 47 votos e venceram com soma ponderada de 964,518.
Reprodução
Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega receberam 47 votos e venceram com soma ponderada de 964,518.

Duas candidatas à reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) entraram com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular a nomeação de Valdiney Gouveia, feita pelo presidente Jair Bolsonaro . As informações foram dadas pelo UOL .

Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega foram as duas candidatas mais votadas para o cargo na consulta pública realizada com discentes, docentes e servidores. Valdiney Gouveia ficou em terceiro lugar.

A lista tríplice com candidatos à reitoria foi organizada pelos Conselhos Universitário, Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão e o Conselho Curador da UFPB.

As professoras Domiciano e Nóbrega receberam 47 votos, Isac Medeiros e Regina Celi contabilizaram 45 votos, e os professores Valdiney Gouveia e Liana Albuquerque não obtiveram votos.

Depois, em consulta pública com a comunidade acadêmica, Domiciano e Nóbrega venceram com soma ponderada de 964,518. Medeiros e Celi ficaram em segundo lugar com 920,013. Gouveia e Albuquerque obtiveram 106,496.

A ação das professoras foi protocolada no dia da cerimônia de posse de Gouveia, na última quarta-feira (11), e encaminhada ao ministro Marco Aurélio de Mello. “Que sejam considerados os votos da comunidade acadêmica e os órgãos deliberativos da instituição”, pedem as candidatas.

“Acho que é direito delas, como qualquer outro cidadão pode recorrer à justiça o que acha que for de direito e quem julga é o juiz, ou seja, eu nada posso fazer ou opinar a respeito”, declarou Valdiney Gouveia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários