Sala de aula vazia
Pixabay
Resultados de 2019 são desanimadores

O Tribunal de Contas da União (TCU) avaliou as metas do Plano Nacional de Educação e concluiu que 18 dos 20 objetivos traçados, o equivalente a 90%, não devem ser atingidos. O processo entrará em pauta na sessão desta tarde do tribunal.

Leia também: Conselho de Educação não descarta ano letivo com fim em 2021

O Plano Nacional de Educação foi lançado em 2014, no governo de Dilma Rousseff, e as metas deveriam ser atingidas em 10 anos, ou seja, até 2024. O TCU analisou os dados de 2019 da educação brasileira para produzir um relatório sobre o meio do caminho.

O relator do processo, Augusto Nardes, pautou a discussão para a sessão desta tarde. A prévia do que diz o relatório foi divulgada pela coluna do Lauro Jardim, no jornal O Globo .

O assunto pode trazer problemas para o ministro da Educação Abraham Weintraub , que já enfrenta uma série de pedidos de adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e uma acusação de racismo .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários