Tamanho do texto

Questão da prova de Ciências Humanas foi desconsiderado por ter aparecido em prova de 2018 aplicada para candidatos com deficiência visual

Enem arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Questão anulada abordava dimensão política do problema da fome.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ), anulou uma questão da prova de Ciências Humanas.

Leia também: Instituições de ensino têm até dia 25 para aderirem ao ProUni 

De acordo com o órgão, a questão anulada era a número 90 do caderno azul; 78 do caderno Amarelo; 66 do caderno branco e 72 do caderno rosa. O item foi anulado porque já tinha aparecido na prova de 2018 aplicada para candidatos com deficiência visual.

A questão abordava a dimensão política associada ao problema da fome. Segundo o enunciado "A fome não é um problema técnico, pois ela não se deve à falta de alimentos, isso porque a fome convive hoje com as condições materiais para resolvê-la".

O Inep afirma que a anulação não compromete o cálculo do resultado final do exame já que a Teotira da Resposta ao Item (TRI) equaliza os resultados de acordo com o grau de dificuldade de cada questão.

Leia também: Candidato do Enem têm até esta segunda para pedir reaplicação de prova

"Por isso, a anulação de um item, ou mesmo a aplicação de provas com itens diferentes, não compromete o processo de estimação da nota das participantes", diz a nota do Inep.

    Leia tudo sobre: Enem