Tamanho do texto

Candidatos poderão, nesta segunda-feira (25), conferir lista de selecionados no site oficial do programa; Fies 2019 ofertará 550 mil vagas em todo o país

Fies 2019 encerrou inscrições no dia 14 de fevereiro para estudantes que realizaram o Enem nos últimos oito anos
Divulgação
Fies 2019 encerrou inscrições no dia 14 de fevereiro para estudantes que realizaram o Enem nos últimos oito anos

O Ministério da Educação (MEC) divulgou pouco após as 17h desta segunda-feira (25) o resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies 2019) por meio da página do programa na internet. Nesta edição, são ofertadas, ao todo, 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies.

Leia também: Doria lança ‘Corujão da Educação’ para alunos do ensino médio

Aqueles que foram pré-selecionados pelo Fies 2019 na modalidade juro zero, destinada a estudantes com renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos, deverão acessar o FiesSeleção e completar a sua inscrição, entre os dias 26 de fevereiro e 7 de março, para a contratação do financiamento. Os participantes que não forem convocados nessa primeira chamadas serão automaticamente incluídos na lista de espera e selecionados entre os dias 27 de fevereiro e 10 de abril.

Leia também: Governo vai criar comissão para revisar suposta "ideologia de gênero" no Enem

Já aqueles aprovados pelo P-Fies, para estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos, precisarão verificar os procedimentos com os agentes financeiros operadores de crédito e com as instituições de ensino superior. No P-Fies não há lista de espera para os candidatos que não foram aprovados.

O Fies é um programa de financiamento para cobrir custos das mensalidades de instituições privadas de ensino superior no Brasil. As inscrições foram encerradas no dia 14 de fevereiro e estavam abertas para alunos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ), a partir da edição de 2010, que obtiveram nota média nas provas igual ou superior a 450 e que não zeraram na redação.

Leia também: Professor pede demissão após piada sobre pneumonia de Bolsonaro

Enquanto na modalidade juros zero, os alunos pagam as prestações respeitando o limite de renda, a modalidade P-Fies funciona com recursos dos fundos constitucionais e de Desenvolvimento e com recursos dos bancos privados dos participantes. Os bolsistas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni) – aqueles que conquistaram bolsa de 50% na mensalidade – podem participar do processo seletivo do Fies 2019 e financiar a parte da mensalidade que não foi coberta pelo ProUni.

*Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: Enem