Falsa denuncia de abuso sexual
Reprodução: Reclamar adianta
Falsa denuncia de abuso sexual

Há cinco meses não consigo ver minha filha em razão de uma falsa acusação de abuso sexual feita pela mãe dela. O testemunho da criança, que tem 5 anos, repetia coisas que a avó materna falava. Isso pode? (Augusto, Cabo Frio).

A acusação de abuso sexual gera um afastamento imediato da criança do genitor acusado como uma medida protetiva. Só que também existem falsas acusações, razão porque deve haver uma análise de especialistas, como psicólogos.

Segundo Andreia Soares Calçada, psicóloga clínica e perita do TJ/RJ, a falsa acusação de abuso sexual, quando mentirosa, pode se virar contra seu mentor. “Para entender o mecanismo por trás do crescimento dessa mentira, examinamos o que normalmente acontece na revelação inicial e nas repetições que se seguirão. Quando da revelação inicial, a criança pode ter sido manipulada por um dos pais em batalha judicial”, destaca a especialista.

Duas regras são essenciais. A primeira, é que todas as entrevistas (bem conduzidas) sejam gravadas para análise da Justiça. A segunda regra é que qualquer testemunho obtido através interrogatórios ou entrevistas mal conduzidas não deve ser aceito em nenhum processo. “Estamos falando de entrevistas realizadas, com crianças muito pequenas (de três a seis anos)”, explica Andreia Soares Calçada.

A implantação de falsas memórias de abuso sexual pode causar consequências significativas no desenvolvimento psicológico da criança, salienta o advogado Átila Nunes, do serviço www.reclamaradianta.com br. O atendimento é gratuito pelo e-mail atilanunes@reclamaradianta.com.br ou pelo WhatsApp (21) 993289328.

Casos resolvidos pela equipe do Reclamar Adianta (WhatsApp - 99328-9328, somente para mensagens): Carmem Lúcia dos Santos (Bed Store), Antônio Tomaz (Oi), Rogério Bonfim (Casas Bahia).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram   e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários