Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Reprodução/Flickr/Alexandre Macieira/Riotur
Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Os produtores culturais, profissionais muito afetados pela pandemia, já podem tirar o pó dos projetos que ficaram na gaveta. Amanhã, a  Secretaria estadual de Cultura vai anunciar o investimento de R$ 40 milhões, divididos em dois editais. Serão R$ 20 milhões para espetáculos que já estrearam poderem se apresentar em outros palcos do estado. Já o restante da bolada vai financiar obras inéditas.

Mas tem um detalhe: para poder estar entre os contemplados com uma premiação de R$ 50 mil, os projetos devem estar relacionados aos 200 anos da Independência. O detalhe é que a pasta não quer apenas conteúdos puramente históricos.

"Vamos levar as pessoas a pensarem e produzirem a partir das nossas memórias e das nossas referências, dialogando com conceitos como o de libertação", explica a secretária Danielle Barros. As linhas incluem música, dança, teatro, circo, audiovisual, literatura, museus, patrimônio cultural, artes visuais, moda e gastronomia.

Mantendo os aliados bem pertinho

Ao participar, ontem, do lançamento das operações da concessionária Águas do Rio, Cláudio Castro (PL) apareceu rodeado por políticos de seus primeiros escalões. Apesar de ser conhecido pelo trato fácil, o governador, até aqui, tinha um comportamento considerado um tanto frio.

Mas o convite aos aliados, e a atenção que despendeu a cada um, aqueceu os coraçõezinhos mais empedernidos. Aos olhos de quem observa a política há tempos, o pré-candidato mostrou estar ciente da importância dos pequenos mimos.

Reconhecimento por foto na mira da Câmara

O deputado Júlio Lopes (PP) não é o único a querer acabar com a decretação de prisões e medidas restritivas baseadas somente no reconhecimento dos suspeitos por fotos.

O colega fluminense Paulo Ramos (PDT) tem um projeto de lei semelhante — apresentado ainda em fevereiro deste ano. A proposta mais recente deve ser apensada à mais antiga, para tramitarem juntas.

A casa da sogra no norte do estado

A residência da ex-governadora Rosinha Garotinho em Campos dos Goytacazes se transformou ultimamente na verdadeira “casa da sogra”. A deputada Clarissa Garotinho, sua filha, anda acampando por lá de mala, cuia, marido, filho e enteado, sempre que tem um feriado prolongado. Em outubro, foram duas vezes.

Leia Também

Aliás, a anfitriã até chamou o casal para uma conversa séria — e ofereceu uma cópia da chave da famosa Casa da Lapinha.

Intendente na telinha

A ordem dos desfiles para o Carnaval 2022 das escolas das séries Prata e Bronze, que se apresentam na Estrada Intendente Magalhães, será conhecida no sábado. O espetáculo será transmitido pela TV Alerj, em fevereiro.

Música para os ouvidos

A Orquestra Sinfônica de Barra Mansa vai retomar as apresentações presenciais amanhã. E o projeto Música nas Escolas, que conta com mais de 20 mil alunos em sua história, e já exportou vários talentos, também está de volta.


Picadinho

Amanhã, o Oi Futuro inaugura a grande exposição "Arquiperiscópio", com um panorama da obra do artista gaúcho André Severo, com curadoria de Paulo Herkenhoff.

A Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil (ACIE) tem um novo presidente: Edmar Figueiredo.

Itamar Vieira Junior, vencedor do Prêmio Jabuti, é o próximo convidado da live Janelas. Amanhã, no YouTube da AFBNDES.

Terminam amanhã as inscrições para o concurso público da UERJ, com 15 vagas de nível superior na área de Comunicação Social. Informações no site: www.sgp.uerj.br

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários