Defensoria Pública conta com 800 servidoras e servidores concursados
Reprodução
Defensoria Pública conta com 800 servidoras e servidores concursados

A Defensoria Pública do  Rio de Janeiro comemora o primeiro aniversário de seu aplicativo, lançado no ano passado como uma forma de manter o acesso da população ao órgão em tempos de distanciamento social. Desde 15 de outubro do ano passado, já foram 400 mil downloads, e o app hoje é responsável por metade dos agendamentos feitos remotamente. De lá para cá, quase 160 mil atendimentos foram finalizados.

Os principais motivos que levaram os fluminenses a se logar no aplicativo estão relacionados a rearranjos familiares. O maior número de atendimentos do Defensoria RJ — nome escolhido pelos seguidores da instituição nas redes sociais — foi para pedidos de alimentos para filhos, em um total de 46,6 mil casos. Em seguida, vêm divórcio consensual (12 mil) e divórcio litigioso (10,2 mil). Disparada na frente, a capital do estado foi onde a novidade fez mais sucesso: desde o lançamento, foram 91,7 mil atendimentos. Mas as cidades mais populosas também registraram uma grande procura, acima da marca dos 10 mil casos. Foram, em ordem, São Gonçalo (13,5 mil), Duque de Caxias (11,8 mil) e Nova Iguaçu (11,5 mil).

Tecnologia para a Justiça

"A Defensoria acredita que o uso da tecnologia é cada vez mais necessário para assegurar o acesso à Justiça. A adesão ao nosso aplicativo confirma esta premissa. Nosso objetivo é continuar trabalhando para aperfeiçoar e ampliar a ferramenta", afirma o defensor-geral, Rodrigo Pacheco.

No Outubro Rosa, a falta de mamógrafos

Um levantamento da deputada Renata Souza (PSOL) com a Sociedade Brasileira de Mastologia mostra que o Rio tem muito a avançar na prevenção ao câncer de mama. Dos equipamentos em uso, apenas 184 atendem o Sistema Único de Saúde (SUS). Na capital, dos 207 mamógrafos existentes, apenas 42 funcionam na rede pública. As mais afetadas são as mulheres da Zona Oeste.

Para piorar, no estado — o segundo em número de casos — o mamógrafo móvel está parado há três anos por falta de licitação.

Em Macaé, nenhum dos 15 equipamentos de exame serve ao SUS. E eles sequer estão disponíveis nos municípios de Arraial do Cabo, Búzios, Itaguaí, Japeri, Maricá, Miguel Pereira, Parati e Piraí, entre outros.

"Quantas vidas perdemos e quantas vamos perder pela falta do exame? Alguma dúvida sobre qual é a classe e da cor dessas vítimas?", pergunta a parlamentar.

A volta do horário eleitoral no PP

Deputados do Progressistas estão em polvorosa. Inicialmente, o partido era favorável à volta do horário eleitoral. Só que isso mudou com a possibilidade cada vez maior de o presidente Jair Bolsonaro voltar a integrar os quadros da legenda, onde permaneceu por mais de uma década. A explicação: Bolsonaro não quer dar a chance a outras agremiações de usar o espaço para criticar seu governo.

Leia Também

Água mole em pedra dura

Diante dos insistentes pedidos do presidente da Comissão de Direitos dos Animais, vereador Luiz Ramos filho (PMN), Eduardo Paes (PSD) prometeu analisar a possibilidade de acabar com a cobrança por procedimentos no instituto Jorge Vaitsman.

Ânimo fervendo no cercadinho vip

Um assessor do governo e outro da prefeitura causaram bafafá na ala vip do evento teste do último sábado, no Parque dos Atletas. Os convidados institucionais pareciam ter se esquecido de que estavam em uma festa — e não num octógono de MMA.


Picadinho

Mais de 5 mil vagas de estágio, trainee e emprego serão oferecidas na 2ª Feira Virtual de Carreiras e Oportunidades da Escola Politécnica da UFRJ, entre os dias 19 e 21.

Amanhã, às 15h, a curadora do Museu Nacional de Belas Artes Ana Teles fala sobre o acervo de arte popular da instituição.

Na segunda quinzena de outubro, o projeto Impulsiona RJ, do Senac RJ e Sebrae Rio, será levado a Duque de Caxias e Niterói.

Acabam no dia 15 as inscrições de alunos da rede pública de ensino no novo projeto da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro "A EMERJ e o Juiz do Futuro".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários