Colunista
Divulgação
Colunista

Por Aline Macedo

O deputado estadual Carlos Minc conta que há um mês o seu gabinete recebeu denúncia de moradores da Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, contra uma obra irregular que não foi autorizada pela direção da Floresta Nacional da Tijuca. Informado sobre a ocupação irregular em área ambiental, o  Ministério Público conseguiu a paralisação da devastação na Justiça.

Mas os autores desobedeceram a decisão judicial, e, em desafio, ainda derrubaram 400 árvores. "Fomos em cima da Guarda Municipal Ambiental. O coronel Padrone foi lá, multou e embargou. Eles voltaram com a obra de novo. A Guarda Municipal e o Padrone voltaram, e embargaram novamente", disse Minc.

EDUCAÇÃO

As repetidas ações criminosas contra o meio ambiente escondem a necessidade de ação policial com a presença de programas sociais. Em entrevista que ainda será publicada em O Dia, sem saber dos abusos na Tijuca, a secretária municipal de Ação Comunitária do Rio, Marli Peçanha, disse que sua gestão está atenta no oferecimento de serviços essenciais para os mais carentes para evitar conflitos. Mas tudo dentro da lei.

"É através do Programa Favela com Dignidade que a Prefeitura vai atuar diretamente nessas questões. Estamos promovendo a integração das políticas intersetoriais a fim de garantir e facilitar o acesso aos serviços essenciais como o saneamento, por exemplo. Parte do dinheiro da venda da Cedae que chegará à Prefeitura será destinado ao saneamento de favelas e comunidades. É preciso conscientizar os moradores de comunidade que lixo precisa de destino certo e esse destino não são as ruas, vielas, valas ou rios. Asseguro que favelas e comunidades não serão invisíveis aos olhos do poder público", disse ela.

Leia Também

Leia Também

Tratamento contra câncer de mama

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro realiza na próxima segunda-feira debate público sobre a implantação de projeto de lei do vereador Dr. Marcos Paulo (PSOL), que tem como objetivo incluir o Programa de Navegação de Pacientes com câncer na rede municipal de Saúde. O projeto já foi implementado no Hospital Estadual da Mulher Heloneida Studart (HEMulher), em São João de Meriti.

Tensão na Secretaria dos Esportes

O clima anda tenso na Secretaria Municipal de Esportes do Rio. O secretário Guilherme Schleder é candidatíssimo a deputado estadual nas eleições do ano que vem e os nervos estão a flor da pele. A equipe da pasta não tem conseguido separar as ações da disputa de 2022 com as da secretaria. Há quem reclame da forma como Schleder tem tratado seus funcionários pela tensão pré-eleitoral.


Tuitadas do Nuno

A situação do setor de transporte para os cariocas se complica. O que já não era fácil, ficou mais difícil com a pandemia. Uma nova empresa pede recuperação judicial, a última alternativa para não fecharem as portas.

Muitos torcedores ficaram frustrados com a imposição de laboratórios credenciados para a realização do teste da covid-19 para o jogo da última quarta-feira, no Maracanã. Muitos consideram que um novo cartel será criado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários