Ex-juíza Glória Heloiza assumiu a Subsecretaria Estadual de Políticas para Mulheres
Reprodução/PSC
Ex-juíza Glória Heloiza assumiu a Subsecretaria Estadual de Políticas para Mulheres

Na última semana, foram dois movimentos do governador Cláudio Castro : Max Lemos, ex-candidato à prefeitura de Nova Iguaçu, agora ocupa a secretaria de Infraestrutura e Obras; e Gloria Heloiza, ex-juíza e ex-candidata à Prefeitura do Rio , se tornou subsecretária estadual de Políticas para Mulheres. Para a coluna, Gloria falou sobre o novo cargo: "Assumir essa responsabilidade, nesse momento de vulnerabilidade em meio à pandemia, principalmente, diante do aumento dos casos de violência contra as mulheres de todas as idades é um grande desafio. Vamos trabalhar na promoção de uma política pública consistente para mulheres com ações afirmativas, resolutivas e sustentáveis, a partir da construção de uma cultura de reflexão e respeito à dignidade da mulher. Nosso foco é reforçar as políticas públicas que promovem o acolhimento e atendimento à mulher vítima da violência. Estamos trabalhando para reforçar a nossa presença em todo o estado, inclusive com novos equipamentos. Nosso trabalho vai se concretizar através da transversalidade, principalmente com a educação, que permite a divulgação e vivência dos valores de liberdade, igualdade, solidariedade, cooperação, tolerância, harmonia e paz", contou.

PÚBLICO E PRIVADO

"O nosso compromisso está pautado na transparência das informações e serviços, capacitação e articulação com os órgãos governamentais, além da sociedade civil. Somente com a união de todas as esferas públicas e privadas traremos os resultados multiplicadores esperados pela sociedade, principalmente no que concerne ao papel da mulher no mundo. Aderindo, assim, à ODS 5, da ONU ", explicou.

Orçamento de 2022

Deputados estaduais discutem hoje (22) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, em regime de prioridade, projeto de lei do poder executivo sobre diretrizes para elaboração da lei do orçamento anual de 2022, que inclui metas e prioridades da administração pública estadual. Receita total do ano que vem está projetada em R$ 89,8 bilhões.


Democratização da comunicação

Alerj lança oficialmente hoje (22), às 19h, a Frente Parlamentar Pela Democratização da Comunicação, que conta com os deputados estaduais: Waldeck Carneiro (Presidente-PT); Enfermeira Rejane (PCdoB), a bancada do PSB da Alerj (Carlos Minc e Rubens Bomtempo) e a bancada do PSOL da Alerj (Flávio Serafini, Renata Souza, Mônica Francisco, Dani Monteiro e Eliomar Coelho). Objetivo é construir, em conjunto com movimentos, organizações e coletivos do setor, estratégias para viabilizar melhorias nesta área de atuação profissional.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários