O Brasil não tem embaixada no país, e acompanha da embaixada no Paquistão a situação de caos e fuga.
Reprodução / BBC
O Brasil não tem embaixada no país, e acompanha da embaixada no Paquistão a situação de caos e fuga.

O Governo e o Itamaraty continuam perdidos no assunto. Não há uma informação oficial, hoje, se há brasileiros no Afeganistão , quais e quantos são – e neste ato passivo, só eventual reclame público de alguma família pode ajudar. 

O Brasil não tem embaixada no país, e acompanha da embaixada no Paquistão a situação de caos e fuga. 

De acordo com um documento usado para a sabatina do embaixador do Brasil no Paquistão, em 2019, o Ministério das Relações Exteriores (MRE) registrava 10 brasileiros no Afeganistão. 

O Afeganistão tinha embaixada em Brasília desde 2012, considerava o Brasil como principal parceiro na América Latina, mas, sem reciprocidade, fechou a unidade em 2015. As relações com o Brasil passaram a ser tratadas pela Embaixada afegã em Washington (EUA) .

Ontem, após a confirmação pelo Estado Islâmico da autoria do atentado em Cabul , o presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, deputado Aécio Neves (PSDB-MG), pediu procedimentos ao MRE para ajudar afegãos a obterem vistos.

Mas por ora não há notícias de nenhuma autoridade da Comissão requerendo ao Itamaraty informações sobre brasileiros por lá. 

Há esforços pontuais. A presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Renata Gil, reuniu-se na quarta-feira com o Aécio para discutir a ajuda às 270 juízas do Afeganistão ameaçadas pelo Talibã. Entidades representativas da magistratura em diversos países têm se mobilizado para pressionar os governos a acelerar a concessão de vistos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários