Como a personagem voluptuosa desafiou os padrões de beleza da época e virou símbolo do empoderamento feminino nas redes sociais

Poucos ícones da cultura pop são capazes de mexer com o imaginário masculino como as pin-ups. Seminuas, esguias, cabelos cuidadosamente desarrumados, elas são a mais perfeita tradução do sex appeal norte-americano dos anos 1950 – e, por consequência, de boa parte da civilização ocidental. Em uma era em que muito sobrava para a imaginação e pouca coisa era escancarada.

LEIA MAIS: Inspire-se com dez tatuagens capazes de cobrir ou transformar cicatrizes

Poucos ícones da cultura pop são capazes de mexer com o imaginário masculino como as pin-ups
Reprodução/Facebook
Poucos ícones da cultura pop são capazes de mexer com o imaginário masculino como as pin-ups

Ao mesmo tempo em que Marilyn Monroe, Jayne Mansfield e Bettie Page compunham a santíssima trindade das pin-ups de carne e osso, inúmeras personagens fictícias ajudaram a tornar o estilo ainda mais popular nos apimentados calendários e revistas de meados do século passado. Mas nenhuma delas conseguiu atravessar as décadas com a personalidade de Hilda.

LEIA MAIS: Jovem italiana reforma van “surrada” e cai na estrada com seu cachorro

Criada pelo ilustrador Duane Bryers (1911-2012), famoso por seus desenhos do Velho-Oeste, a personagem ganhou destaque nos anos 1960. A receita do sucesso era a mistura exata de uma personalidade libertária com formas generosamente voluptuosas. Golaço.

Mas todo ciclo chega ao fim e, depois do auge, veio o ostracismo. Enquanto as hippies do genial Robert Crumb chegavam com tudo, Hilda foi para o fundo do baú.

LEIA MAIS: Conheça Dalyiah, a menina-prodígio de quatro anos que já leu mais de mil livros

Seu resgate aconteceu há poucos anos, quando algumas ilustrações da ruivinha pintaram na internet. Hoje, há várias páginas dedicadas a ela. Uma das mais bacanas está no Facebook , na qual os fãs compartilham imagens e discutem a importância da pin-up plus size para o empoderamento feminino neste século 21. Vai lá!

Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web
Reprodução/Facebook
Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web


Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web
Reprodução/Facebook
Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web


Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web
Reprodução/Facebook
Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web


Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web
Reprodução/Facebook
Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web


Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web
Reprodução/Facebook
Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web


Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web
Reprodução/Facebook
Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web


Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web
Reprodução/Facebook
Conheça Hilda, a pin-up plus size perdida desde os anos 1960 que é sucesso na web


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.