Crusoé

Donald Trump, candidato republicano e atual presidente dos Estados Unidos.
Divulgação
Donald Trump, candidato republicano e atual presidente dos Estados Unidos.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , escreveu no Twitter na manhã desta quinta-feira (5), em letras maiúsculas: “Parem a contagem!”. Os votos da eleição americana ainda estão sendo apurados

Na última quarta-feira (4) grupos favoráveis ao presidente entraram em centros de apuração de diversas cidades e gritaram a mesma frase, pedindo a interrupção da apuração.

A preocupação de Trump e dos seus seguidores é facilmente explicada. O democrata Joe Biden já acumulou 264 votos no Colégio Eleitoral, que decide o próximo presidente americano.

Basta uma vitória em mais um estado, que pode ser a Pensilvânia, Nevada ou a Geórgia, para que Biden alcance a maioria de 270 votos no Colégio Eleitoral.

Na Pensilvânia, 91% dos votos já foram contados e a vantagem de Trump caiu para 2 pontos percentuais.

Em Nevada, com 85% dos votos contabilizados, Biden lidera com 0,6 ponto.

Na Geórgia, que deve anunciar o resultado final no início da tarde desta quinta, a vantagem de Trump está em 0,4 ponto.

Também no Twitter, o candidato republicano afirmou que os votos que chegarem após o dia da eleição , realizada na última terça-feira (3), não serão válidos.

A rede social inseriu uma etiqueta no comentário de Trump informando que "alguns ou todos os conteúdos compartilhados neste Tweet são contestáveis e podem ter informações incorretas sobre como participar de uma eleição ou de outro processo cívico". 

Fonte:  Antagonista

    Leia tudo sobre: donald trump

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários