Bispo Abner Ferreira
Bispo Abner Ferreira
Bispo Abner Ferreira

Mãe, também chamada de progenitora ou genitora, é o ser do sexo feminino que gera uma vida em seu útero como consequência de fertilização. É também a pessoa que adota, cria e cuida de uma criança gerada por outra mulher. Sabe o dito popular? “Em coração de mãe sempre cabe mais um”. É bem isso!

Podemos citar ainda as mães que desempenham, pela necessidade, o papel de mãe e pai simultaneamente. Apesar das muitas dificuldades, a maioria das mães garante que o sorriso de um filho faz tudo valer a pena. Em contra partida, uma pesquisa global realizada pela farmacêutica Bayer, com apoio da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e do Think about Needs in Contraception (Tanco), indica que 37% das mulheres brasileiras em idade fértil não querem ter filhos. No mundo, o índice chega a 72%.

Elas formam a chamada Geração NoMo (Not Mothers), que reivindica o respeito da sociedade que insiste em “impor a maternidade às mulheres”. Os motivos são diversos. Estão na lista: o desejo de priorizar os objetivos profissionais e os estudos, fazer uma viagem sozinha pelo mundo ou simplesmente por não se identificar com a maternidade. Além da mulher que não sente vontade de ser mãe, existe aquela que deseja, mas por inúmeras razões não pode.

Deus nem sempre concede a todas as mulheres que sejam mães, porque Ele tem um propósito específico para cada pessoa. No entanto, Ele se coloca como ajudador nessa oportunidade única de formação da civilização humana. A função materna é sempre tema de estudo e discussão. É cantada, pintada, declarada e está presente na vida de todo mundo.

Você viu?

É por isso que todos os anos, no segundo domingo do mês de maio aqui no Brasil, é celebrada uma homenagem às mães, conhecida por Dia das Mães. A data é comemorada desde maio de 1914 e está relacionada com a figura da norte-americana Anna Jarvis, idealizadora da comemoração.

A campanha de Anna Jarvis por um dia especial para celebrar as mães foi algo que ela herdou de sua própria mãe, Ann Reeves Jarvis. A historiadora Katharine Antolini diz que Ann Reeves Jarvis queria que o trabalho das mães fosse reconhecido pelo serviço incomparável que prestavam à humanidade em todos os campos da vida.

Joquebede, a mãe de Moisés (Êx 2.1-9); Ana, a mãe de Samuel (1 Sm 1.10-18); Maria, a mãe de Jesus (Lc 1.30-33) foram alguns dos exemplos deixados na Bíblia Sagrada, e que até hoje continuam a inspirar mulheres. Uma mãe amorosa e cuidadosa reflete a seus filhos o caráter de Deus.
Então seja como for: mãe de muitos ou poucos filhos, de filho único, de filho adotivo, de primeira viagem, ou de coração, todas podem contar com a ajuda de Deus nessa jornada de ser mamãe, e deixarem sua marca para a eternidade na vida de seus filhos.

Feliz Dia das Mães. Que Deus abençoe a todas as queridas mamães!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários