Em Moscou, o presidente Michel Temer vai defender a carne brasileira, após o escândalo da operação Carne Fraca da Polícia Federal. Como vice de Dilma Rousseff, Temer foi o garoto-propaganda dos frigoríficos nacionais em excursões para a Ásia anos atrás.

Leia também: Noruega cobra a conta e Temer veta MP para gringo ver

Curiosamente, Temer defenderá para empresários russos e chineses o setor de carnes brasileiro, mas por outro lado ataca pessoalmente o maior fornecedor de carnes para a Rússia, o delator e seu algoz Joesley Batista, do grupo JBS.

Leia também: Memorial Aécio: de R$ 2 milhões a tráfico de influência com ministro do STF

Temer foi o abre-portas da carne brasileira para o mercado asiático, e a Rússia é um dos maiores importadores ao lado da China. As excursões e forte agenda comercial como vice renderam sua amizade com o premiê russo Dmitri Medvedev.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários