Sede do Ibama em Brasília
Futura Press
Sede do Ibama em Brasília.

Após o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) determinar  a suspensão de combate a incêndios em todo o Brasil nesta quarta-feira (22), o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, ofereceu R$ 30 milhões de sua pasta para cobrir custos do órgão.

O Ibama afirmou que a suspensão das atividades de combate a incêndios florestais é resultado da “exaustão de recursos” e que o órgão vem enfrentando dificuldades desde setembro por conta da falta de liberação de verbas pela Secretaria do Tesouro Nacional, vinculada ao Ministério da Economia.

O Ibama informou que já tem R$ 19 milhões em pagamentos atrasados. Segundo o Ministério de Desenvolvimento Regional, será transferido ao Ministério do Meio Ambiente um recurso de ajuda emergencial da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para cobrir os custos do Ibama.

“Para a manutenção de suas atividades, o Ibama tem recorrido a créditos especiais, fundos e emendas. Mesmo assim, já contabiliza 19 milhões de pagamentos atrasados, o que afeta todas as diretorias e ações do instituto, inclusive, as do Prevfogo”, disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários