Amazônia
Divulgação/Imazon
Militares ficarão na região até 11 de abril de 2021.

O governo federal prorrogou, por mais seis meses , a atuação da Força Nacional de Segurança Pública em apoio às ações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) na Amazônia. Portaria publicada nesta quarta-feira, no Diário Oficial da União, prevê o emprego dos militares na região até 11 abril de 2021.

De acordo com o texto, a Força Nacional vai continuar atuando em ações "com ênfase no combate ao desmatamento, extração ilegal de minério e madeira e invasão de áreas federais, em caráter episódico e planejado”. O número de militares a ser disponibilizado irá obedecer ao planejamento definido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A Força Nacional atua no combate a crimes ambientais na Amazônia desde 2018, desde então o governo vem fazendo prorrogações para manter o efetivo na região.

No final de setembro, o governo autorizou o envio da Força Nacional ao estado de Mato Grosso para ajudar no combate aos incêndios florestais no Pantanal. O bioma enfrenta também um desastre ambiental que destruiu mais de 20% da sua cobertura vegetal.

    Veja Também

      Mostrar mais