pantanal
Caio Guatelli / Divulgação
Fogo consome áreas do Pantanal em Poconé (MT)

A região do Pantanal no Mato Grosso do Sul está sofrendo com novos focos de incêndio, em regiões que já haviam sido controladas pelas autoridades. Na serra do Amolar, no muncípio de Corumbá, uma das regiões mais preservadas até o momento pelo fogo, a situação está delicada. Equipes do corpo de bombeiros atuam durante o dia e durante a noite para evitar que fogo avance.

A região de Corumbá, segundo o Inpe, já teve 6771 focos de incêndio, de janeiro até Setembro. Só nas últimas 48 horas, já foram 281 novos focos. O clima seco que a região está vivendo, aliado às altas temperaturas, dificulta ainda mais o processo dos bombeiros, que não podem parar os trabalhos.

Equipes da  Força Nacional foram enviadas à região para ajudar no combate aos incêndios. A região do Pantanal está sofrendo um dos períodos mais tristes da história. São recordes negativos acumulados em relação ao desmatamento e queimadas, segundo números do Inpe.

Dados consolidados do órgão indicam que, faltando três meses até o fim do ano, o acumulado de focos ativos de fogo na região já supera todas as médias anuais desde 1998, quando o levantamento começou a ser realizado.

    Veja Também

      Mostrar mais