poluição máscaras
Reprodução/Instagram/Operation Mer Propre
Grupo francês Operation Mer Propre encontrou máscaras e luvas no mar


A organização francesa Operation Mer Propre (Operação Mar Limpo, em tradução livre) encontrou máscaras faciais e luvas de látex na água do mar. Os equipamentos de proteção individual ( EPI ) foram achados durante uma operação na costa da França. 

Leia também:

Organizações de saúde pedem ao G20 que países adotem retorno sustentável

Índia tem redução nas emissões de CO2 pela primeira vez em quatro décadas

Itália fará estudo sobre ligação entre poluição e Covid-19

O grupo alerta para o novo tipo de poluição , e informa que está encontrando esses itens há cerca de um mês. "É algo completamente novo. Nós não tínhamos isso antes (na água). Tem acontecido desde o final do isolamento, já que as pessoas começaram a sair novamente, vestindo máscaras na rua e, quando as removem, jogam no chão. Há um mês, estamos começando a vê-las no mar pela ação das chuvas. É um novo tipo de poluição", explicou Laurent Lombard, fundador da associação, à Reuters. 

De acordo com a organização, os EPIs não representam nem 1% das três toneladas de lixo encontradas pelo grupo desde sua fundação, em 2019. Apesar disso, o medo é de que esse tipo de descarte inadequado aumente. 

"A mensagem é realmente para jogar suas máscaras em lixeiras. É bom para o meio ambiente - não jogue no chão, senão, acaba no mar. E também é uma questão de proteger os outros, para não infectar os outros. Se outras pessoas forem infectadas, também acabaremos sendo infectadas. É uma questão de bom senso", afirma Laurent.

    Veja Também

      Mostrar mais