Tamanho do texto

Segundo dados do Copernicus, serviço europeu sobre mudança climática, a temperatura média esteve 2ºC acima do normal

Calor na Europa
Vanessa Carvalho/Brazil Photo Press/Agencia O Globo
França bateu um recorde absoluto de 45,9ºC, a mais alta temperatura de sua história

O mês de junho de 2019 foi o mês mais quente já registrado no mundo desde 1850, principalmente com a  intensa onda de calor que atingiu a Europa nas últimas semanas.

De acordo com dados do Copernicus, serviço europeu sobre mudança climática, a temperatura média esteve 2ºC acima do normal durante o mês de junho .

Leia também: Aquecimento e desmate podem cortar Amazônia ao meio em 2050

Alguns países como Alemanha, Itália, França e Espanha chegaram a registrar entre 6ºC e 10ºC a mais do que a média. A França, inclusive, bateu um recorde absoluto de 45,9ºC , a mais alta temperatura de sua história.

Além disso, no mês passado, o termômetro subiu 0,1°C a mais em relação ao recorde anterior para um mês de junho, registrado em 2016.

Segundo as análises do Copernicus, a estimativa é de que a temperatura de junho na Europa foi 3ºC superior à média entre 1850 e 1900.

Leia também: Duas das maiores temperaturas da história ocorreram nos últimos três ano