Europa busca mulheres e pessoas com deficiência para ir ao espaço
Rafael Rigues
Europa busca mulheres e pessoas com deficiência para ir ao espaço

Para todos aqueles que desejam sair do planeta Terra , a Agência Espacial Europeia (ESA) passou a recrutar novos astronautas . Desta vez, a empresa busca aumentar a sua diversidade e pretende levar ao espaço mais mulheres e também pessoas com deficiências .

Das missões prontas para serem realizadas, hoje, a Agência Europeia conta com seis homens e apenas uma mulher. Uma italiana chamada Samantha Cristoforetti, de 43 anos de idade. Para diminuir esta desigualdade , a agência busca incentivar as mulheres a desbravar o espaço abrindo, assim, 24 vagas a serem preenchidas por elas .

A empresa busca, também, fazer com que as pessoas com deficiências sejam incluidas em viagens espaciais. Para isso, lançou o " Programa de Viabilidade de Parastronautas ". Através da ação, a meta é contratar de quatro a seis astronautas para que estes trabalhem com a agência de modo a viabilizar quais são as condições para que uma pessoa com deficiência viaje ao espaço.


O processo de seleção durará 18 meses e incluirá uma bateria de testes : psicológicos, psicométricos e exames médicos. A diretora de recrutamento, Lucy van de Tas, salientou que "se não começarmos agora, isso nunca vai acontecer".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários