Tamanho do texto

Espécie Siamraptor suwati aparentemente tinha quase oito metros da cabeça à cauda, cerca de dois terços do tamanho do temido tiranossauro

Planeta

Dinossauro carnívoro descoberto tailândia arrow-options
Chokchaloemwong et al
O dinossauro faria parte de um grupo como carcarodontossauros, considerados os maiores predadores do Cretáceo.

Paleontologistas descobriram em escavações no norte da Tailândia uma nova espécie de dinossauro carnívoro . A descoberta foi descrita na revista “PLoS ONE”.

Leia também: Tartaruga marinha bebê morre após ingerir 104 pedaços de plástico

A nova espécie, denominada Siamraptor suwati , foi descrita por Duangsuda Chokchaloemwong, da Universidade Nakhon Ratchasima Rajabhat (Tailândia), e seus colegas a partir de fósseis de crânio, coluna vertebral, quadril e perna de quatro indivíduos separados.

Os fósseis foram encontrados na Formação Khok Kruat, rica em dinossauros . Esses depósitos de arenito vermelho e argila foram formados por uma antiga bacia hidrográfica datada do início do Cretáceo , entre 125 e 113 milhões de anos atrás.

Como apenas restos fragmentários foram encontrados, ainda não se conhece exatamente o porte do Siamraptor. Uma reconstrução esquelética aproximada, no entanto, sugere que ele poderia ter medido quase oito metros da cabeça à cauda . Isso corresponde a cerca de dois terços do tamanho do temido tiranossauro .

Leia também: Tragédia na Tailândia: 11 elefantes morrem ao tentar salvar filhote em cachoeira 

    As características do Siamraptor sugerem que ele era um membro em evolução precoce de um grupo de dinossauros conhecido como carcarodontossauros . Eles estavam entre os maiores predadores do início e de meados do Cretáceo .

    No final desse período (cerca de 90 milhões de anos atrás), eles desapareceram, substituídos por outros dinossauros terópodes de três dedos, como os tiranossaurídeos.

    A partir de sua localização e idade, os cientistas estimam que esse grupo de dinossauros carnívoros se espalhou no início de sua história evolutiva.

    Leia também: Cientistas descobrem estrelas-bebês em um “pretzel cósmico”

    Na época, carcarodontossauros também podiam ser encontrados na Europa e nas partes do supercontinente Gondwana que mais tarde se tornariam a África . Até a descoberta tailandesa, porém, esse grupo parecia inexistente no sudeste da Ásia .