Tamanho do texto

De acordo com a companhia Blue Origin, a sonda "Blue Moon" pode pousar em qualquer lugar na lua e tem energia suficiente para longas missões

Planeta

Jeff Bezos
Reprodução/Twitter
Jeff Bezos, CEO da Amazon, apresentou sua cápsula lunar nesta sexta-feira

A empresa espacial Blue Origin, de Jeff Bezos (CEO da Amazon), apresentou nesta quinta-feira, em evento em Washington, uma sonda lunar que pode entregar grandes cargas à Lua, a Blue Moon. De acordo com a companhia, a sonda pode pousar em qualquer lugar na Lua e tem energia suficiente para longas missões. Ela também pode pousar várias toneladas de carga na superfície do satélite, incluindo cargas de infraestrutura que poderiam ser usadas para preparar futuras missões.

Leia também: Queda de energia em Estação Espacial Internacional atrasa lançamento de foguete

Segundo Bezos , a empresa irá testar a Blue Moon em uma missão antes de enviar seres humanos para a Lua. Outra nave espacial da empresa de maior porte capaz de pousar e fazer decolagens, atualmente em desenvolvimento, deve permitir à Blue Origin enviar humanos à Lua e trazê-los de volta até 2024.

Acredita-se que essa promessa possa ser uma forma de a Nasa viabilizar a meta do governo norte-americano de levar astronautas à lua até 2024. Mas a agência espacial ainda não se pronunciou a respeito de como pretende fazer isso e nem se fará uma parceria com a Blue Origin.

Leia também: Sonda da Nasa capta terremoto no solo de Marte pela primeira vez

A Blue Origin não é a única empresa privada a desenvolver um módulo lunar. No mês passado, a Lockheed Martin anunciou planos para construir um módulo lunar próprio, também dentro do prazo de 2024. Elon Musk , cuja empresa SpaceX também planeja levar humanos para a Lua (embora sem pousar) e até para Marte, disse no Twitter que “a competição é boa”.