Cidade de Guarulhos, São Paulo
Prefeitura de Guarulhos - 12.12.2023
Cidade de Guarulhos, São Paulo

A Prefeitura de Guarulhos anunciou que conseguiu o feito de acabar com a falta de água nos bairros, em decorrência do rodízio para racionamento de água. Dessa forma, a atual administração, que assumiu a Prefeitura em janeiro de 2017, teve a chance de solucionar o problema logo nos primeiros 100 dias.

Na época em que assumiram a gestão da cidade, 92% do município sofria com o rodízio. Logo no início do mandato, a Sabesp passou a disponibilizar água diariamente em cerca de 30 regiões, como Centro, Vila Galvão, Gopoúva, Jardim Bom Clima, Cocaia, Vila Rio de Janeiro, Vila Augusta, Parque Continental e Taboão.

Nos últimos sete anos, a cidade de Guarulhos  conseguiu se beneficiar de diversas conquistas. A principal delas foi o fim do rodízio no abastecimento de água com a incorporação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) pela Sabesp.

Segundo a prefeitura, a ação é em decorrência de um planejamento "com responsabilidade, implementando ações que melhorem a vida do guarulhense". A gestão ainda acrescenta que "o investimento em Guarulhos não se resume a obras de esgoto". A Prefeitura se refere a construção dos dois reservatórios, localizados no Jardim Centenário. A obra, que foi avaliada em R$ 28 milhões, já está finalizada e triplicou a disponibilidade de água na região do Pimentas neste ano de 2023. É estimado que a obra beneficiou uma população de 200 mil pessoas.

Sobre o antigo reservatório, localizado no Centenário e que possuía capacidade para 5 milhões de litros de água, foi reforçado coma construção de outros dois com a mesma capacidade, totalizando 15 milhões de litros no total atualmente.

A região do Pimentas, como toda a cidade, já não tem mais rodízio de água desde o final de dezembro de 2019. A ação aconteceu menos de um ano após a Prefeitura firmar parceria com a Sabesp. Os novos reservatórios já garantem uma maior segurança hídrica no caso de vazamentos de água ou falta de energia elétrica, que prejudica o abastecimento por impedir que as casas de bombas, que fazem a distribuição da água, funcionem.

A Prefeitura ainda trabalho na construção de uma adutora de 1,5 km, que liga a cidade de Itaquaquecetuba ao bairro de Bonsucesso. A obra aumentou a oferta de água em 100 litros por segundo no bairro, sendo o suficiente para abastecer uma população de 30 mil pessoas e o equivalente ao produzido pela Estação e Tratamento de Água (ETA) Tanque Grande, em Guarulhos. "Trata-se de uma região em constante expansão de moradores e empresas, e a obra proporciona mais segurança aos que decidirem investir no bairro", diz a Prefeitura.

    Mais Recentes

      Comentários

      Clique aqui e deixe seu comentário!