Assembleias atrasaram saída dos ônibus das garagens em SP
Rovena Rosa/Agência Brasil
Assembleias atrasaram saída dos ônibus das garagens em SP

A realização de assembleias de motoristas e cobradores de ônibus na madrugada desta quarta-feira (1º) atrasou o início da operação do transporte público na capital. Segundo a SPTrans, veículos de ao menos 12 empresas demoraram mais a sair das garagens entre 4h e 6h da manhã.

Os profissionais da categoria deliberam sobre a eventual realização de uma greve na próxima segunda feira. Segundo o Sindimotoristas, eles negociam reajustes nos salários e benefícios.

Na noite de ontem (31), uma liminar do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) determinou que ao menos 80% dos ônibus devem circular nos horários de pico (6h às 9h e 16h às 19%) e 60% nos demais horários.

A decisão atendeu ao pedido da SPTrans. Em nota, a emprea afirmou que "as empresas responsáveis pelas linhas serão autuadas pelas viagens não realizadas no início da manhã".

"A SPTrans acompanha as negociações trabalhistas entre os operadores de ônibus e as empresas concessionárias e espera que haja entendimento entre as partes e que a população de São Paulo não seja prejudicada", diz a empresa.

Veja a lista das empresas onde os atrasos foram registrados.

- Santa Brígida (Zona Norte);
- Gato Preto (Zona Norte);
- Sambaíba (Zona Norte);
- Express (Zona Leste);
- Viação Metrópole (Zona Leste);
- Via Sudeste (Zona Sudeste);
- Campo Belo (Zona Sul);
- Gatusa (Zona Sul);
- KBPX (Zona Sul);
- MobiBrasil (Zona Sul);
- Viação Metrópole (Zona Sul);
- Transppass (Zona Oeste); e
- Gato Preto (Zona Oeste).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários