Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde da cidade de SP
Reprodução Twitter
Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde da cidade de SP

As mortes por  Covid-19 subiram 432% em pouco mais de um mês na cidade de São Paulo. Informação foi repassada pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, em coletiva à imprensa neste domingo (17).

Segundo Aparecido, há muito mais casos suspeitos da doença do que confirmados na cidade até então. O secretário informou que o sistema de saúde municipal poderá estar comprometido em 15 dias se novas medidas não forem tomadas.

Bruno Covas anuncia fim do rodízio ampliado e volta do tradicional nesta segunda

"Em 15 dias, o sistema de saúde de São Paulo estará profundamente comprometido, mesmo com todo o esforço feito até agora na ampliação de leitos. Isso tudo será insuficiente para o grau de evolução que nós temos neste momento da doença", informou Aparecido.

Atualmente são 135.348 pessoas suspeitas da doença, 38.479 casos confirmados, 2.766 óbitos confirmados e 3.143 óbitos suspeitos na cidade. 

Prefeito de São Paulo tenta antecipar feriados para manter população em casa

"De 9 de abril a 15 de maio, houve aumento de 432% no número de mortos na nossa cidade. Como disse o prefeito, dos 840 leitos, 89% deles estavam ocupados. Sendo que, em 6 hospitais, chegamos à capacidade de leitos operacionais de 100% da ocupação", disse Aparecido.

"Até 23 de abril, tínhamos a média de 812 casos de notificação por dia. Chegamos na noite de ontem à notificação de 3.867 casos por dia", acrescentou o secretário.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários