Prefeito de São Paulo Bruno Covas
Mister Shadow / ASI / Agência O Globo
Prefeito de São Paulo anunciou, na manhã deste domingo (17), a retomada do rodízio tradicional de carros na cidade

O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou a retomada do rodízio tradicional de carros na cidade a partir desta segunda-feira (18). A informação foi divulgada em coletiva de imprensa virtual, na manhã deste domingo (17).

"Vamos publicar na edição extra do Diário oficial deste domingo a retomada do rodízio tradicional a que estamos acostumados", afirmou o prefeito de São Paulo.

Segundo o prefeito, a medida ampliada e mais restritiva não surtiu o efeito esperado no índice de isolamento da cidade, que se manteve abaixo do esperado pela gestão municipal.

Governadores criticam pressão de Bolsonaro por reabertura

"Houve apenas uma pequena melhora no único índice que temos. Comparado a sexta-feira dia 8 com a sexta-feira dia 15, subimos apenas dois pontos percentuais, passando de 46 para 48, mantendo-se abaixo de 50%", acrescentou.

A Prefeitura de São Paulo decretou um rodízio de carros mais ampliado e restritivo na cidade na última segunda-feira (11).

O rodízio funcionava durante o dia inteiro, com um dia podendo circular apenas veículos com placas finais pares e no outro somente veículos com placa final ímpar.

A medida foi alvo de muitas críticas de especialistas porque os índices seguiram semelhantes aos contabilizados anteriormente, quando o governo já se preocupava com o desrespeito à quarentena na cidade.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, a capital registrou, até o momento, 2.776 óbitos confirmados pela Covid-19. Outras 3.143 mortes são consideradas suspeitas. Já o número de casos confirmados é de 38.479. Os casos suspeitos são 135.438.

De acordo com o secretário, entre os dias 9 de abril e 15 de maio, houve um aumento de 432% no número de mortes em São Paulo. Dos 840 leitos criados pela Prefeitura para o tratamento de casos de coronavírus, 89% estavam ocupados.

    Veja Também

      Mostrar mais