Ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD)
Reprodução: commons - 11/05/2022
Ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD)

Em convenção na manhã deste domingo (24), o PSD confirmou o lançamento da candidatura do ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) para o governo de Minas Gerais. Kalil conta com o apoio do ex-presidente Lula . Seu principal oponente é o atual governador, Romeu Zema (Novo), que tenta a reeleição.

Durante o evento, foi exibido um vídeo com uma fala de Lula em apoio a Kalil, e petistas discursaram no palco. Em seu discurso, o ex-prefeito citou o incentivo que recebeu de Lula para se candidatar ao governo. Sem criticar abertamente Bolsonaro ou Zema, disse que não se pode governar para "três ou quatro bilionários", em referência ao financiamento do partido Novo.

"Nós esperamos sempre a maldade dos maus. É o que podemos esperar dessa eleição."

O candidato ao Senado na chapa de Kalil será Alexandre Silveira (PSD). Ele assumiu uma cadeira como senador em dezembro do ano passado, após Antonio Anastasia se tornar ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Na convenção deste domingo, foi oficializado também o nome de André Quintão (PT) como candidato a vice-governador de Kalil.

Em convenção do PT estadual na manhã deste domingo, também em Belo Horizonte, o partido formalizou o apoio ao ex-prefeito. O PV e o PCdoB, que formaram uma federação com o PT nacionalmente, fazem parte da chapa.

Zema está à frente nas pesquisas. A última pesquisa Datafolha mostra que Kalil ainda não conseguiu atrelar sua imagem à do ex-presidente petista, já que o atual governador lidera as intenções de voto mesmo entre os apoiadores de Lula.

Neste sábado (23), o Novo confirmou a candidatura de Zema em reunião em Belo Horizonte. Em seu discurso, ele não citou nem Lula nem Bolsonaro. Ele tenta se equilibrar e buscar votos entre apoiadores dos dois líderes da corrida presidencial.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários