Memorial da América Latina
Memorial da América Latina
Memorial da América Latina

A iniciativa da Prefeitura de  São Paulo em oferecer serviços municipais e estaduais e atividades de diferentes áreas num só local atraiu milhares de pessoas ao Memorial da América Latina nesta sexta-feira. O cidadão da Zona Oeste e de todas as demais regiões da capital aproveitou o Governo nos Bairros para se vacinar, encontrar emprego ou mesmo, fazer Registro Geral do Animal (RGA) de seu pet. 

No mesmo local, uma outra ação conjunta entre a Prefeitura de São Paulo e o Estado reuniu secretários municipais e estaduais para tratarem de ações conjuntas para população da capital. O encontro contou com a participação do prefeito Ricardo Nunes e outras autoridades estaduais.

Governo nos Bairros

Das 9h às 16h, a Prefeitura de São Paulo e o Governo do Estado ofereceram dezenas de serviços para a população gratuitamente e com agilidade no atendimento. Uma das áreas que teve muita procura foi a da saúde. A Secretaria Municipal de Saúde instalou tendas da multivacinação, onde estão disponíveis vários imunizantes para crianças e adultos, como as doses contra tríplice viral e Covid-19, além de serviços de medição de níveis de glicemia, aferição da pressão arterial, orientações diversas e outros serviços, a Saúde Municipal atende ao público na parte externa do memorial.

Uma das pessoas que aproveitam o Governo nos Bairros para tomar vacina foi Ozires Gatti, morador na Mooca. “Vim porque acredito na ciência e aproveitei que muitos órgãos estão num lugar só dá para a população conseguir os serviços que pretende”. Já Tiago Honorato, de Carapicuiba, que trabalha próximo ao Memorial para tomar a vacina contra a gripe. “Como não tinha tomada aproveitei a oportunidade e o horário para me proteger”, relatou.

A Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap), também esteve presente no Governo do Bairro. Tatiane Vieira, moradora de Vila Mariana, foi tirar RGA do seu cãozinho e considerou excelente ter um evento com fácil acesso e rápido no atendimento. A opinião foi compartilhada por Laura Nunes, da Vila Brasilândia que além de registrar seu pet, fez exames de glicemia.

O setor de cidadania ofereceu diversos serviços dentre eles o atendimento à pessoa com deficiência. Antônio dos Santos, morador na Zona Norte foi no evento para fazer manutenção em sua prótese. “É a primeira vez que utilizo esse serviço da Prefeitura e gostei muito. Agora quando tiver uma oportunidade dessa vou aproveitar, disse entusiasmado com o conserto da prótese.

A áreas de habitação atraiu centenas de pessoas que foram atrás de se inscrever para a casa própria. A Cohab disponibilizou a “Van Cohab na Área” para atender a população na inscrição no Cadastro Cohab, atualização cadastral, agendamento para serviços na Central de Atendimento, esclarecimento e orientações sobre contratos, transferência, emissão de boletos, ajustes financeiros e entrega de regularização de imóveis.

Rose Gomes, moradora do Imirim, fez a inscrição na Cohab. “Vim aqui especialmente para adquirir um apartamento e para sair do aluguel. Consegui fazer minha inscrição e agora vou esperar”, disse. Já Cilene Marinho, do Sacomã utilizou o serviço de habitação para atualizar seu cadastro no CDHU e o CADÚnico.

Empregos e cursos

Atrás apenas da área da saúde, o setor que teve mais procura nesta sexta-feira foi o de emprego e cursos. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho possibilitou aos cidadãos participar de seleções de candidatos a vagas de trabalho. A moradora de Vila Brasilândia, Simone Messias da Silva, foi uma das pessoas a procurar emprego. “Estou procurando a algum tempo. Sou enfermeira e vim aqui para encortrar, mas não achei nada”, lamentou Simone.

Reunião Intersecretarial

Em mais uma ação conjunta entre a Prefeitura de São Paulo e o Estado nesta sexta-feira, secretários municipais e estaduais se reuniram no Memorial da América Latina, durante o evento Governo nos Bairros, para tratar de ações conjuntas para população da capital paulista. O encontro contou com a participação do prefeito Ricardo Nunes.

Segundo o prefeito, o trabalho conjunto da Prefeitura e do Estado vem gerando frutos para população da cidade. “Temos grandes desafios que administramos com muitas frentes, mas, principalmente, com três pilares: sustentabilidade (respeito ao meio ambiente), questão social (cuidar das pessoas) e o pilar do desenvolvimento”, disse.  “Dentro desses três pilares temos muito bem definidos e delineados 77 pontos que estão no nosso programa de metas”, completou.

Durante a reunião intersecretarial foram tratados de temas como Habitação, Saúde, Segurança, Desenvolvimento Social e Infraestrutura.

Segurança

A Prefeitura de São Paulo investiu mais de 7,3 milhões para aquisição de armamento para Guarda Civil Metropolitana (GCM), que, atualmente, conta com um efetivo de 5.876 guardas, com o apoio de 424 viaturas. O trabalho de patrulhamento feito pela GCM como apoio nas ações sociais do Programa Redenção, na região da Cracolândia, resultou na apreensão de 730 criminosos e 106,3 kg de drogas.

Saúde

Referência na imunização da população contra o coronavírus, a cidade de São Paulo se tornou a capital mundial da vacina. Até o momento, já foram aplicadas mais de 33,7 milhões de doses. Desde 2020, a Prefeitura de São Paulo entregou 10 novos hospitais (Parelheiros, Brasilândia, Bela Vista. Capela do Socorro, Guarapiranga, Sorocabana Santo Amaro, Brigadeiro, Cantareira e Lydia Storópoli) para população.

A administração municipal também segue trabalhando na reforma dos serviços de Saúde. Apenas nas subprefeituras Butantã, Ipiranga, Lapa, Mooca, Pinheiros, Sé e Vila Mariana, que foram os beneficiados nesta edição do programa Governo nos Bairros, já foram entregues a UPA Vergueiro, UPA Mooca e UPA Vila Mariana II.

O processo de requalificação das Unidades Básicas de Saúde (UBS) já chegou até as UBSs Humaitá, Bom Retiro, Parque Artur Alvim, Bosque da Saúde, Doutor Joaquim Rossini, Jardim Vera Cruz, Manuel Joaquim Pera, Vila Romana, Complexo Jardim Peri-Peri, Caxingui, Parque da Lapa, Vila Jaguara, Alto de Pinheiros e a UBS/AMA Integrada Pari.

Desenvolvimento Social

Buscando reformular o acolhimento com moradias transitórias, a prefeitura lançou o Programa Reencontro. Com investimentos de mais de R$ 24 milhões, o primeiro lote de moradias transitórias será entregue em setembro com 1.200 vagas.


Atualmente a rede da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) da cidade conta com 54 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), 30 Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) e 6 Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP).

Economia e Trabalho

Para fazer de São Paulo uma cidade com mais igualdade, oportunidades e melhores condições de vida, a Prefeitura lançou em 2022 o Plano Municipal de Desenvolvimento Econômico, buscando promover o desenvolvimento econômico estrutural, dinâmico e diverso para um crescimento inclusivo, competitivo e sustentável.

Entre 2020 e 2022, já foram realizados mais de 1,5 milhão de atendimentos aos trabalhadores e 595 mil atendimentos aos empreendedores da capital, além de 363 mil qualificações.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários