25 de Março: bombeiros deixam prédio por risco de desabamento
Reprodução/ TV Globo - 10.07.2022
25 de Março: bombeiros deixam prédio por risco de desabamento

O cenário do prédio a mais de 40 horas em  chamas na região da Rua 25 de Março mudou. Mais cedo, afastava-se a ideia de que o local corria risco de abalo eminente. Ao longo de uma vistoria dos bombeiros e da Defesa Civil, porém, os profissionais ouviram ruídos e estalos que podem indicar que a construção corre risco de desabar.

Ao GLOBO, o Major Marcos Palumbo afirmou que todos os profissionais dentro do prédio foram orientados a deixar as instalações. As viaturas próximas também foram afastadas.

"Não saímos do local, saímos do prédio. Ouviram barulhos e estalos. É muito tempo de incêndio, isso influencia na estrutura de aço e dilata o cimento. Ouvir estalos é um fator a mais, um problema maior. Tiraram as equipes e agora vamos desenvolver outras estratégias para chegar à edificação", afirmou Palumbo.

O desabamento, explicou o Major, está ligado ao volume de calor que as estruturas do prédio foram expostas. Ouvir ruídos de partes desmanchando, portanto, é um importante indicativo de que há perigo de se manter próximo a essas estruturas. Ainda não há previsão para que os bombeiros voltem a ocupar a edificação.

A líder dos lojistas locais, Claudia Urias, começou a avisar aos comerciantes que deixem a área. Inclusive, tentando convencer os mais insistentes de que há risco de desabamento no local.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários