Córrego Santa Fé, em Perus (SP)
Reprodução
Córrego Santa Fé, em Perus (SP)

O prefeito de São Paulo , Ricardo Nunes, visitou, na manhã desta terça-feira (28), a sede da Associação de Mulheres do Jardim Santa Fé em Perus, na zona noroeste da capital. Lá anunciou o início das obras de canalização do Córrego Santa Fé, cujo transbordamento provoca alagamentos na região.

“A Subprefeitura de Perus, por meio da prefeita Luciana (Torralles), fará o alargamento do córrego. Isso aumentará a calha e diminuirá a questão das enchentes. Não é uma obra que vai resolver 100%, mas reduzirá bastante o problema. Para fazer a obra que acabará com as enchentes precisamos fazer uma obra maior”, explicou Ricardo Nunes.

O evento contou com a presença do presidente da Câmara dos Vereadores de São Paulo, Milton Leite, que enfatizou a importância da ação promovida pela Prefeitura.

“O investimento nesta ação será grande. O prefeito Ricardo Nunes já autorizou fazer a licitação para a canalização do córrego Santa Fé. Dentro de um mês e meio, mais ou menos, as obras estarão em andamento e a comunidade terá mais paz. O Córrego de Santa Fé provoca enchentes feias”, disse Leite.

Para Marília Souza, diretora da Associação de Mulheres do Jardim Santa Fé, a iniciativa da Prefeitura ajudará a comunidade. “Hoje o prefeito veio conhecer nosso espaço e nosso trabalho. O mau cheiro desse córrego vai terminar com o que foi anunciado e em breve, com o alargamento, não teremos mais problemas com as enchentes”, afirmou.

Defesa dos direitos

A Associação Mulheres do Jardim Santa Fé é uma instituição privada, que iniciou suas atividades em junho de 1994, e desempenha ações de defesa dos direitos, especificamente o de mulheres em situação de vulnerabilidade, e ligadas à cultura e à arte. Realiza trabalhos sociais como entrega de leite e cestas básicas, assim como faz doações e sopa.


A entidade faz uso de área municipal, cedida por auto de cessão, onde foi construído um campo de futebol que passou por obras licitadas pela Subprefeitura de Perus. A empresa vencedora da licitação foi a Macor Engenharia, Construções e Comércio Ltda.

Foram investidos R$ 1.329.573,71 de recursos do Tesouro Municipal nas edificações. “Vamos deferir o pedido de cessão do terreno por 90 dias, para que seja dada a continuidade dos trabalhos”, declarou a subprefeita Luciana Torralles.

Sobre o campo de futebol

Entre os projetos já realizados no local destaca-se a realização do Festival da Consciência Negra em 2019, os projetos Guarás e Bem Bolado, times de futebol juvenil que tiveram seus uniformes custeados pelo presidente da Câmara, Milton Leite, em 2019.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários