O Indigenista Bruno Araújo e o jornalista Dom Phillips
Reprodução - 06/06/2022
O Indigenista Bruno Araújo e o jornalista Dom Phillips

Nesta segunda-feira (13),  foram encontrados dois corpos na região em que o jornalista britânico Dom Phillips e o indigenista brasileiro Bruno Pereira desapareceram há mais de uma semana, no dia 5 de junho. A dupla estava no Vale do Javari, na Amazônia.

As informações foram divulgadas pelo jornal The Guardian , que afirmou que a família do repórter desaparecido já havia sido notificada por meio do embaixador do Brasil no Reino Unido.

"Ele disse que queria que soubéssemos que... eles encontraram dois corpos", disse Paul Sherwood, cunhado de Phillips, ao jornal britânico. "Ele não descreveu o local e apenas disse que era na floresta tropical e disse que eles estavam amarrados a uma árvore e ainda não haviam sido identificados”.

“Ele disse que quando estivesse claro, ou quando fosse possível, eles fariam uma identificação”, acrescentou Sherwood.

Ainda na manhã desta segunda, o jornalista André Trigueiro, da TV Globo, afirmou que a mulher de Phillips, Alessandra Sampaio, havia o comunicado da descoberta dos dois corpos, mas que a perícia ainda não havia sido feita. 

Em nota divulgada à imprensa, a Polícia Federal negou que os corpos teriam sido encontrados, e que eles seriam de Dom e Bruno.

"O Comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal/Am, informa que não procedem as informações que estão sendo divulgadas a respeito de terem sido encontrados os corpos do Sr. Bruno Pereira e do Sr. Dom Phillips", diz a nota.

"Conforme já divulgado, foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados e os pertences pessoais dos desaparecidos. Tão logo haja o encontro, a família e os veículos de comuniação serão imediatamente informados". 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários