Gusttavo Lima receberá cachê de R$ 1,2 milhão por show em BH
Reprodução/Instagram
Gusttavo Lima receberá cachê de R$ 1,2 milhão por show em BH

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, suspendeu neste domingo a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) que havia liberado a realização dos shows previstos na Festa da Banana, no município de Teolândia, incluindo do cantor Gusttavo Lima.

Com isso, volta a valer a suspensão dos shows, que havia sido determinada por um juiz de primeira instância, atendendo a um pedido do Ministério Público.

Gusttavo Lima receberia um cachê de R$ 704 mil. Ao todo, a festa foi avaliada em R$2,3 milhões, valor, que segundo o Ministério Público, corresponde a 40% do que o município destinou à saúde durante todo o ano de 2021. Teolândia fica localizada a 140 km de Ilhéus.

Em sua decisão, Humberto Martins destacou o alto gasto para uma cidade de apenas vinte mil habitantes e que está em situação de emergência.

"Cuida-se de gasto deveras alto para um município pequeno, com baixa receita, no qual, como apontado pelo Ministério Público da Bahia, o valor despendido com a organização do evento chega a equivaler a meses de serviços públicos essenciais", escreveu o presidente do STJ.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários