Chuvas provocam alagamentos e deslizamentos em Pernambuco
@Tv Brasil
Chuvas provocam alagamentos e deslizamentos em Pernambuco

Pernambuco, em especial a Grande Recife, enfrenta desde a última quarta-feira chuvas,  alagamentos e transtornos causados pela atuação dos Distúrbios Ondulatórios de Leste (DOL) — também chamados de Ondas de Leste. O fenômeno atinge ainda outras regiões como Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O fenômeno ocorre após a formação de nuvens de chuva por causa da circulação de correntes de vento que vêm do continente africano, passam pelo oceano e chegam ao litoral leste do Brasil, atingindo o nordeste.

De acordo com o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Mamedes Luiz Melo, entre maio e o fim de julho são esperadas chuvas no nordeste. Contudo, nos últimos dias, ocorreu um "resquício" de frente fria que veio do Sul do país, formada a partir de uma massa de ar frio de origem polar, que se juntou a um Distúrbio Ondulatório de Leste e intensificou as chuvas.

"A massa interpolar que afetou quase todo o Brasil e causou estragos no Sul se deslocou para o oceano e se encontrou com ventos intensos que criaram uma instabilidade maior ao leste do país, em direção ao nordeste. Em período normal, sem tanta ação desses fenômenos atípicos, a formação de nuvens e chuvas é menos intensa", explica Melo.

O Inmet divulgou um comunicado com o acumulado de chuvas da última semana, que mostrou que a sexta-feira (27) foi o dia mais chuvoso em Pernambuco, com precipitações de 200 mm. Em Recife, ainda há alerta laranja, de perigo, com chuvas de até 100 mm, para esta segunda e terça-feira. Há risco de alagamento, deslizamento de encostas e transbordamento de rios.

A partir de quarta-feira, as chuvas diminuem, com possibilidade de pancadas isoladas na região. Isso porque o Distúrbio Ondulatório de Leste começa a perder força. As temperaturas ficam com mínimas de 22ºC e máxima de 28ºC.
Até amanhã pela manhã, também há alerta de grande perigo para as chuvas em Sergipe, Alagoas e o Sul de Pernambuco, com acumulados maiores de 100 mm.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários