Policiais seguraram a tampa do porta-malas da viatura com Genivaldo de Jesus Santos dentro
Reprodução/O Globo - 27.05.2022
Policiais seguraram a tampa do porta-malas da viatura com Genivaldo de Jesus Santos dentro

A abordagem truculenta de agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Sergipe contra Genivaldo Jesus dos Santos, de 38 anos, provocou forte reação depois que o homem morreu asfixiado . As imagens feitas por familiares mostram a vítima, que sofria de problemas mentais, sendo algemada e em seguida colocada no porta-malas da viatura, onde foi lançada uma bomba de gás lacrimogênio . O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a vítima sofreu asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda. A PF abriu um inquérito para investigar a ocorrência, ocorrida na BR-101 no município de Umbaúba.

Veja abaixo a cronologia dos fatos que levaram à morte do homem:

Abordagem

Genivaldo de Jesus Santana leva as mãos à cabeça para ser revistado por agentes da PRF em Sergipe
Reprodução/O Globo - 27.05.2022
Genivaldo de Jesus Santana leva as mãos à cabeça para ser revistado por agentes da PRF em Sergipe

Genivaldo foi abordado por três agentes da Polícia Rodoviária Federal na BR-101, no município de Umbaúba, enquanto estava em sua moto.
Familiares do homem descreveram que Genivaldo atendeu aos pedidos dos policiais. Em dado momento, ele levantou a camisa e falou que levava remédios no bolso, para indicar que tinha problemas mentais.

As imagens mostram que, com as mãos na cabeça, Genivaldo é revistado pelos policiais.

Agressão

O sobrinho de Genivaldo relatou ainda que, durante a abordagem dos policiais rodoviários, o homem foi agredido com empurrões e chutes na cabeça. Só depois ele entrou no carro da PRF.

As imagens mostram o momento em que os agentes imobilizam Genivaldo no chão. Um dos agentes coloca a perna sobre o pescoço do homem, como mostra a ilustração abaixo:

Genivaldo de Jesus Santana é imobilizado e agente da PRF coloca o joelho sobre o seu pescoço
Reprodução/O Globo - 27.05.2022
Genivaldo de Jesus Santana é imobilizado e agente da PRF coloca o joelho sobre o seu pescoço
Genivaldo de Jesus Santos teve os pés e as mãos amarrados pelos agentes da PRF de Sergipe
Reprodução/O Globo - 27.05.2022
Genivaldo de Jesus Santos teve os pés e as mãos amarrados pelos agentes da PRF de Sergipe

Cercados por populares, que registram a abordagem, os agentes também amarra os pés e mãos de Genivaldo. Imagens dos policiais cingindo a vítima foram compartilhadas nas redes sociais.

Gás lacrimogênio

Em seguida, Genivaldo foi colocado dentro do porta-malas do veículo da PRF. O sobrinho da vítima, Wallyson de Jesus, relatou que na sequência os policiais jogaram uma "bomba de gás", como definiu o jovem, dentro do carro.

 Policiais seguraram a tampa do porta-malas da viatura com Genivaldo de Jesus Santos dentro
Reprodução/O Globo - 27.05.2022
Policiais seguraram a tampa do porta-malas da viatura com Genivaldo de Jesus Santos dentro

Conforme as imagens e o relato do parente de Genivaldo mostram, os policiais permaneceram durante um tempo segurando a tampa do porta-malas. Alguns vídeos registraram essa situação por 30 segundos. Dentro do ambiente fechado, Genivaldo respirava o gás lacrimogênio.

A caminho da delegacia

Segundo a mulher de Genivaldo, Maria Fabiana, ela foi informada que o marido seria levado à delegacia.

Ao chegar no local, no entanto, a mulher descobriu que o Genivaldo estava, na verdade, no hospital.

Policiais disseram que levariam Genivaldo de Jesus Santos à delegacia, mas a vítima passou mal e foi encaminhada ao hospital
Reprodução/O Globo - 27.05.2022
Policiais disseram que levariam Genivaldo de Jesus Santos à delegacia, mas a vítima passou mal e foi encaminhada ao hospital

A PRF informou que no trajeto até a delegacia Genivaldo "passou mal, foi socorrido e levado para o Hospital José Nailson Moura".

Hospital

Quando chegou ao Hospital José Nailson Moura, Maria Fabiana se deparou com um policial realizando uma massagem cardíaca no marido, relatou o sobrinho de Genivaldo.

Morte

Maria Fabiana conta que a médica a informou de que Genivaldo já chegou morto ao hospital. O procedimento para tentar reanimá-lo foi feito pela equipe apenas "por fazer", pois tinham certeza que não teria resultado.

A PRF afirma que, após Genivaldo ter passado mal na viatura e ter sido levado à unidade de saúde, "foi atendido e constatado o óbito".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários