Moradores de Três Cachoeiras observam a destruição de um ginásio pelos ciclone Yakecan
Reprodução /Twitter MetSul - 19.05.2022
Moradores de Três Cachoeiras observam a destruição de um ginásio pelos ciclone Yakecan

Apesar de o ciclone Yakecan já ter c omeçado a se afastar da costa sul do Brasil , os efeitos de sua passagem, com ventos de mais de 100km/h ainda podem ser sentidos, com temperaturas mínimas atípicas para o período do ano em várias regiões, além da contagem dos prejuízos materiais .

O Instituto Nacional de Meteorologia aponta que 17 estados em todas as regiões do país estão em zona de "perigo", por conta da onda de frio que começou esta semana. Santa Catarina registrou neve por dois dias seguidos. São Paulo e Rio de Janeiro tiveram as menores temperaturas do ano até agora.
Segundo boletim do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), as temperaturas podem voltar a cair abaixo de 0ºC. Para esta quinta-feira, há possibilidade de geada nas áreas altas do Extremo Oeste e Oeste. Na sexta-feira e sábado, a temperatura pode cair entre 0ºC e -4ºC, atingindo até a região serrana de Florianópolis, além do Alto Vale do Itajaí e Planaltos.

No Rio Grande do Sul, caiu para 96 mil o número de consumidores ainda sem luz - esse número chegou a 325 mil pontos desabastecidos, até as 22h de terça-feira. O mar no litoral norte do estado ainda apresentava ressaca na noite de ontem.

No município de Três Cachoeiras, no Litoral Norte do RS, um ginásio veio abaixo com a força do Yakecan e dezenas de casas foram destelhadas.

A Praia de Tramandaí (RS) ficou quase toda às escuras com o vento do ciclone. Postes de concreto chegaram a se partir.

Os efeitos do ciclone podem ser sentidos até na região central do Brasil. Em Gama, no Distrito Federal, a temperatura nessa madrugada chegou a 5°C.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários