Baleia Rossi, Luciano Bivar e Bruno Araújo em reunião para tratar de aliança
Reprodução
Baleia Rossi, Luciano Bivar e Bruno Araújo em reunião para tratar de aliança

Após uma nova reunião entre dirigentes do MDB, União Brasil, PSDB e Cidadania terminar sem acordo, nesta terça-feira, alguns integrantes do grupo já admitem buscar alternativas para a candidatura própria à Presidência da República . O presidente do Cidadania, Roberto Freire, falou abertamente em atrair ao bloco o presidenciável Ciro Gomes (PDT), embora não haja consenso sobre isso.

“Não podemos vetar ninguém. Em todos os momentos que nos reunimos acenamos para todo e qualquer partido que desejasse. Não há veto a nenhum dos candidatos e a nenhum partido político”, disse o presidente do Cidadania à imprensa, depois do encontro.

“Quem sabe, a partir dessa entrevista, ele (Ciro) possa se animar. Não tenha dúvida de que nós aqui não estaremos desanimados”,  acrescentou Freire.

De acordo com integrantes do grupo, o presidente do União Brasil, Luciano Bivar, é um dos mais simpáticos ao nome de Ciro. Ele chegou a participar de um encontro com o pedetista em março deste ano, que também contou com a presença do ex-prefeito ACM Neto (União) e do presidente do PDT, Carlos Lupi.

Pessoas próximas ao presidente do União Brasil não descartam que ele busque uma aliança com Ciro caso a candidatura única da terceira via não prospere.

O nome do pedetista enfrenta maiores resistências no MDB e PSDB, que apresentaram os nomes da senadora Simone Tebet e do ex-governador João Doria como pré-candidatos, respectivamente.

Leia Também


Até o momento, os integrantes do MDB, União e PSDB ainda buscam um acordo pelos critérios que serão adotados para a escolha do candidato que poderia representar as siglas na corrida presidencial. O encontro de hoje serviria para isso, mas não avançou.

“Hoje, depois de uma longa discussão, reafirmamos a vontade e definimos que a data do dia 18 de maio está mantida para que a gente possa fazer todos os exercícios de diálogos e consultas às nossas bases partidárias. Ficamos de fazer uma nova rodada de conversas na semana que vem já com o quadro mais claro do que cada partido pensa e o que cada partido apresentará como critérios”, declarou o presidente do MDB, Baleia Rossi.

Segundo Bruno Araújo, que preside o PSDB, ainda não há consenso sobre os critérios a serem adotados para a escolha.

“Não há consenso sobre isso, ficamos de voltar aos nossos partidos para amadurecermos esses critérios, e esperamos que na semana que vem tenhamos avançado sobre essa decisão. Independentemente dessas reuniões, estamos em um canal aberto de conversação, de diálogo e de construção.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários