Conselho de Ética quer analisar novo vídeo em que Gabriel Monteiro beija e acaricia menor
Reprodução / Redes Sociais
Conselho de Ética quer analisar novo vídeo em que Gabriel Monteiro beija e acaricia menor

O Conselho de Ética da Câmara Municipal acatou uma denúncia contra o  vereador Gabriel Monteiro (PL) em uma representação que tramita na Casa por mais um vídeo do parlamentar publicado nas redes sociais.

Em um trecho das imagens, Monteiro aparece beijando o pescoço de uma menor de idade, fazendo cócegas e acariciando a criança. De acordo com ele, a menina teria 10 anos de idade.

"Há indícios de uma relação abusiva sobre uma pessoa em situação de vulnerabilidade, que se revela constrangida. Isso também precisa ser devidamente apurado", afirmou Chico Alencar (PSOL), integrante do Conselho de Ética.

As imagens haviam sido compartilhadas nas próprias redes sociais de Monteiro em novembro do ano passado. Na gravação completa, o parlamentar aborda uma menina e a mãe dela, que estariam em situação de rua. A mulher, então, relata que a menina não podia ir à escola porque tinha piolho, e Monteiro a leva a um salão de beleza, onde se passa a cena que foi alvo de denúncia.

O vereador se defendeu sobre o caso nas redes sociais. "Estão pegando um vídeo meu de ação social que uma menina estava sem estudar porque seu cabelo estava repleto de piolhos. Sua mãe só via possibilidade de raspar o cabelo dela. Conseguimos mudar a realidade dela. Agora, dizem barbaridade quando eu abraço a menina. Não sei mais o que faço", escreveu ele em uma publicação.

Leia Também

"O que estão fazendo comigo é desumano. Campanha nacional que já vai para um mês de destruição da minha vida. Querem minha prisão agora por esse vídeo, editaram, colocaram em câmera lenta, aproximaram, e geraram deturpações tão grandes que nem posso escrever aqui", acrescentou.

Assessores de Monteiro dizem que os vídeos dele publicados nas redes sociais eram forjados . Em uma das gravações, exibidas no programa Fantástico , da TV Globo , ele induz uma criança a responder o que ele queria.

Na última semana, o vereador também foi alvo de uma operação da Polícia Civil devido que investiga o vazamento de um vídeo íntimo em que ele aparece com uma adolescente de 15 anos . À polícia, ele disse que não sabia que ela era menor de idade, mas os assessores desmentiram a informação.

De acordo com a polícia, "não há mais dúvida" de que ele sabia que mantinha relações com uma menor de idade .

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários