Praça Princesa Isabel
Reprodução / Google Maps - 04.04.2022
Praça Princesa Isabel

Doze caminhões foram carregados com madeira, lonas, sofás que estavam montados em local público nas primeiras horas da ação, realizada de acordo com as regras do 59.246/2020 que preserva artigos de uso pessoal e coíbe a ocupação permanente de áreas públicas. Zeladoria urbana foi acompanhada por técnicos da SMADS e precedida por mais de 1,8 mil abordagens e mais de 230 encaminhamentos sociais e terapêuticos.

A Prefeitura, por meio da Subprefeitura da Sé, retirou pelo menos 35 toneladas de lixo e produtos que caracterizam a ocupação permanente do espaço mais foi programada depois de as equipes de serviço social e terapêutico da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) e do Programa Redenção realizarem mais de 1,8 mil abordagens e de 230 encaminhamentos de assistência social e terapêutica com pessoas em situação de rua e com dependência química.

Desde as 8h de hoje, as equipes da Subprefeitura da Sé recolheram madeiras, lonas, sofás e lixo que lotaram 12 caminhões e somam pelo menos 35 toneladas. Esses materiais e produtos, além de serem inflamáveis, caracterizam permanência no espaço público, o que é vedado pelo Decreto 59.246/2020.

Além das abordagens e atendimentos, as pessoas em situação de rua e os usuários de drogas foram oficialmente avisados com antecedência por meio dos técnicos da SMADS e do Programa Redenção e, também, de um folheto informativo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários