Bolsonaro participa de cerimônia para receber Medalha do Mérito Indigenista
Reprodução/TV Brasil 18.03.2022
Bolsonaro participa de cerimônia para receber Medalha do Mérito Indigenista

O Ministério da Justiça realizou uma cerimônia nesta sexta-feira para entregar a Medalha do Mérito Indigenista ao presidente Jair Bolsonaro e a outras autoridades. Bolsonaro vestiu um cocar na cerimônia e disse que deseja que os indígenas se sintam "exatamente como nós".

"O que nós sempre quisemos foi fazer com que vocês se sentissem exatamente como nós", discursou Bolsonaro na cerimônia. "Vocês chegaram aqui bem antes de nós. Mas cada vez mais nos integramos."

A medalha foi concedida na quarta-feira pelo ministro da Justiça, Anderson Torres, a Bolsonaro, a ele próprio e a outros outros nove ministros do governo federal. A condecoração é um "reconhecimento pelos serviços relevantes em caráter altruísticos, relacionados com o bem-estar, a proteção e a defesa das comunidades indígenas".

Durante o evento, Bolsonaro fez referência ao projeto de lei que visa liberar mineração em terras indígenas, ao dizer querer que os indígenas "façam em suas terras exatamente o que nós fazemos na nossa".

"Tenho certeza que ao longo dos últimos três anos nos aproximamos muito, mas muito mais que em tempos anteriores. Nós queremos (vocês) ao nosso lado. Queremos que vocês façam em suas terras exatamente o que nós fazemos na nossa."

Leia Também

A atuação de Bolsonaro em relação a indígenas tem sido criticada desde a campanha eleitoral, quando ele disse que não demarcaria "nem um centímetro a mais" de terras indígenas. As críticas se intensificaram depois do início do governo, especialmente durante a pandemia de Covid-19.

No ano passado, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) apresentou uma denúncia ao Tribunal Penal Internacional (TPI), em Haia, acusando o presidente de genocídio. Denúncia semelhante já havia sido apresentada pelo cacique caiapó Raoni Metuktire, também ao TPI.

Em janeiro de 2020, Bolsonaro foi critado após afirmar que "cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós".

A condecoração foi criada em 1972 e pode ser entregue tanto a brasileiros como estrangeiros. A indicação dos homenageados é feita pela Fundação Nacional do Índio (Funai).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários