Motorista de aplicativo é encontrada morta dentro de porta-malas
Reprodução
Motorista de aplicativo é encontrada morta dentro de porta-malas

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Curitiba investiga as causas da morte de Michelle Chinol, de 39 anos. Na noite de quarta-feira, o corpo da motorista de aplicativo e lutadora de MMA foi encontrado dentro do porta-malas do próprio carro da vítima, no bairro Ganchinho. O último contato com a família aconteceu na segunda-feira.

Os indícios do desaparecimento de Michelle confirmados após relatos de colegas da academia. A motorista praticava aulas de artes marciais, mas não compareceu ao local na semana passada.

"Ficamos muito tristes com essa notícia, foi um choque. Uma pessoa querida, uma pessoa amada, uma pessoa que todo mundo admirava ela na academia", disse Angelo Tilapa, à 'RPC'.

Imagens de câmeras de segurança revelaram o momento em que o carro, com a vítima ainda dentro do porta-malas, foi guinchado na tarde de terça-feira e levado para o pátio da empresa que presta serviço para a prefeitura de Curitiba. O mau cheiro vindo de dentro do veículo levantou a suspeita de funcionários, que acionaram a Guarda Municipal.

O chaveiro destacado para abrir as portas identificou a existência de cadáver dentro do porta-malas, e Polícia Civil assumiu o caso e já trabalha com linha de investigação como 'homicídio e roubo seguido de morte'. Numa perícia preliminar, os agentes confirmaram que dezenas de impressões digitais foram encontradas e podem ajudar a elucidar o caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários