População em situação de rua em SP aumenta 31%, segundo prefeitura
Reprodução/MPBA
População em situação de rua em SP aumenta 31%, segundo prefeitura

O Censo da População em Situação de Rua, realizado pela prefeitura de São Paulo e divulgado neste domingo (23), apontou que, atualmente, a capital tem 31.884 pessoas em situação de rua. O número mostra um aumento dessa população, que cresceu em 31% se comparada com dados de 2019, quando eram 24.344 pessoas.

O censo foi encomendado pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) com a empresa Qualitest Ciência e Tecnologia Ltda.

O aumento de 7.540 pessoas em situação de rua em São Paulo se assemelha com o total encontrado na cidade do Rio de Janeiro, mas em 2020: 7.272 pessoas.

Entre as pessoas em situação de rua, 19.209 estão em locais públicos e 12.675 estão abrigadas nos Centros de Acolhida da rede socioasssistencial.

Leia Também

Ações

Esse é o primeiro censo realizado desde o início da pandemia. A último levantamento tinha sido feita em 2019. Segundo a legislação municipal, o próximo deveria ocorrer em 2023, mas a prefeitura decidiu antecipar o levantamento.

“Antecipamos o recenseamento e estamos trabalhando com base em dados técnicos para garantir atendimento qualificado a esses cidadãos paulistanos que vão ser beneficiados pelo Reencontro já ainda este ano” , disse o prefeito Ricardo Nunes.


O programa prevê moradias transitórias, ações conjuntas de secretarias, reestruturação da abordagem e acolhimento, maior oferta de vagas na rede municipal, locação social, renda mínima, moradia transitória, capacitação profissional e intermediação para o encontro de postos de trabalho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários