Polícia realiza operação na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro
PMRJ/Reprodução
Polícia realiza operação na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro

As polícias civil e militar realizam uma operação, desde às 5h da manhã desta quarta-feira (19), na comunidade do Jacarezinho, Zona Norte do Rio. A ação visa o cumprimento de 42 mandados de prisão; 13 de busca e apreensão de adolescentes; e um mandado de busca e apreensão. Ao todo, 1.200 policiais participam da operação, sendo 400 policiais civis e 800 militares.

"O governo do Estado do Rio iniciou uma ocupação da comunidade do Jacarezinho. Para isso, batalhões da Zona Norte estão sendo empenhados, juntamente com a CPP (Comando de Polícia Pacificadora) e os batalhões do Comando de Operações Especiais. Algumas comunidades ao redor também vão ser ocupadas para o sucesso da operação, como Manguinhos e Bandeira 2", afirmou à reportagem o porta-voz da Polícia Militar, tenente-coronel Ivan Blaz.

De acordo com informações da Polícia Civil, o Jacarezinho tem como chefes do tráfico de drogas Felipe Ferreira Manoel, o Fred, apontado como gerente de vendas de cocaína nas bocas de fumo situadas nas localidades do Fundão e Vasco Taliban; e Adriano de Souza de Freitas, conhecido como Chico Bento, gerente das bocas de fumo Pontilhão, Guarani, Concordia, Fazenda e Amendoeira.


A operação é um primeiro passo para o programa que o governador Cláudio Castro (PL) deverá anunciar nos próximos dias. Conforme O DIA noticiou em setembro, o projeto visa levar uma série de serviços para comunidades, sendo a segurança um desses braços. Dividida em etapas, a ação vai abarcar sempre duas comunidades ao mesmo tempo, sendo uma ocupada por milicianos e outra por traficantes. Segundo o governo, não se trata de ocupação nos moldes das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora).

No Jacarezinho, o governo pretende instalar um batalhão da Polícia Militar no terreno onde ficava a fábrica da General Electric (GE). A ideia é desafogar o policiamento em bairros das imediações. Além da segurança, o governo pretender levar outros serviços como saneamento, coleta de lixo, hospital, entre outros.

Leia Também

O nome do programa que, no projeto, já foi chamado de Cidade Integrada e Estado Presente, deverá ser anunciado oficialmente ainda.

Em maio do ano passado, a comunidade do Jacarezinho foi cenário de uma operação da Polícia Civil que deixou 28 mortos em confronto, sendo 27 suspeitos do tráfico local, além do agente André Farias, morto ao desembarcar de um blindado.

Ontem à noite, agentes do Bope (Batalhão de Operações Policiais) já ocupavam os arredores da comunidade, o que levou moradores a relembrarem a operação, que está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual.

O deputado federal David Miranda (Psol) fez uma série de postagens em seu Twitter. "URGENTE: Estamos recebendo relatos de moradores do Jacarezinho (comunidade onde nasci e cresci, e onde minha família e muitos amigos ainda vivem) informando que o BOPE está cercando a favela e executará a ocupação do território", e emendou que iria acionar a imprensa e órgãos públicos.

Entre os comentários, alguns criticaram a iminente operação policial, apontando que só poderia ocorrer em caso de excepcionalidade. Outros, ironizaram. "Meu Deus, uma operação policial, que horror... assim meus bandidos não conseguem vender as drogas que sustentam suas famílias, até quando seremos oprimidos dessa forma", respondeu um internauta ao deputado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários