Bombeiros fazem buscas por desaparecidos
Reprodução / Twitter / Bombeiros MG
Bombeiros fazem buscas por desaparecidos

Uma mulher de 50 anos teve o rosto dilacerado após desabamento de rocha de cânion no Lago de Furnas em Capitólio, no sul de Minas Gerais . A vítima, que mora no Rio de Janeiro, foi encaminhada à Santa Casa de Passos para realizar uma cirurgia de reconstrução de face. Ela não teve a identidade divulgada.

Outro ferido, um rapaz de 26 anos, foi levado a uma unidade após sofrer traumas no rosto. Devido ao ocorrido, ele também precisou passar por uma cirurgia na face e no maxilar.

Até o momento, o Corpo de Bombeiros confirmou que há oito mortos e dois desaparecidos. Por volta das 6h deste domingo (9),  a corporação retomou as buscas no Lago de Furnas.

Segundo os bombeiros, 27 pessoas já foram atendidas em unidades de saúde e liberadas.

Na manhã de hoje, o corpo da oitava vítima foi encontrado submerso no local do acidente . Ele foi levado ao posto de comando e será identificado pela Polícia Civil.

Leia Também

Leia Também

Em vídeo compartilhado nas redes sociais , é possível ver o momento em que um dos cânions cede e atinge as embarcações. Duas delas, de nome EDL e Jesus, sofreram com o impacto direto das pedras e, delas, foram resgatadas 24 pessoas com vida. Em outras duas lanchas atingidas indiretamente, foram socorridos 18 tripulantes.

A Marinha do Brasil afirmou que enviou equipes de busca para prestar apoio às vítimas do acidente. Em comunicado, a corporação informou que um inquérito será instaurado para apurar as circunstâncias do caso.

"A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento (SAR) para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local", escreveu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários