Sistema Cantareira
Reprodução/Governo Federal
Sistema Cantareira

Apesar das chuvas das últimas semanas na cidade de São Paulo, o  Sistema Cantareira está com pouco mais de um quarto da capacidade. De acordo com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), o volume do reservatório estava em 26% nessa sexta-feira (7), diferente do mesmo período no ano passado, em que o nível do reservatório era de 37%.

O volume registrado ontem, porém, ainda é 1,7% maior que o da semana anterior, que marcou 25%.

Até essa sexta, o volume de chuvas contabilizado foi de 73,4 mm, de acordo com o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia). Caso chova a mesma quantidade nos próximos dias, janeiro terá o índice de chuvas esperado para o mês.

As previsões, no entanto, indicam que o verão terá chuvas abaixo da média. Em nota, a Sabesp informou que não há risco de desabastecimento na Região Metropolitana de São Paulo, mas destacou a importância do uso consciente da água.

"As projeções são de aumento no nível dos reservatórios em janeiro e fevereiro, meses com maiores médias históricas de chuvas", diz o texto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários