Tubulação de alta pressão estoura e alaga bairro em Nova Iguaçu
Reprodução/Agência O Globo/Domingos Peixoto
Tubulação de alta pressão estoura e alaga bairro em Nova Iguaçu

O rompimento de uma adutora na madrugada desta quinta-feira causou alagamento de diversas ruas  e inundou casas no bairro Cabuçu, em Nova Iguaçu. A empresa responsável pela adutora, Águas do Rio, afirma que está trabalhando na manutenção e assistência aos moradores.

Moradora da região há três anos, Samara da Silva, de 27 anos, vive em uma rua transversal à Rua São Paulo e teve a casa inundada e perdeu eletrodomésticos e móveis. Ela e o marido, Daniel, de 39, levaram os filhos para a casa da sogra dela depois que a casa ficou alagada. No momento, eles estão sem luz na residência.

"Eu perdi tudo. Fogão, duas geladeiras, móveis. Quando botei o pé no chão para ir ao banheiro, a água estava quase no meu joelho. Quase perdi uma sapateira, minhas roupas estão todas molhadas", lamenta.

Ela conta que o vazamento de água começou durante a madrugada e que saiu de casa com os filhos por volta de 2h30. As duas crianças, de 2 e 5 anos de idade, estavam dormindo.

"Pegamos eles no colo e fomos debaixo d'água mesmo para levar na minha sogra", adiciona.

Morador da Rua São Paulo, Severino Ramos, de 57 anos, teve o quintal de casa inundado por causa do vazamento. A água não chegou a invadir a residência dele, um pouco mais alta que o nível do quintal.

"Nós estávamos dormindo e 5h da manhã acordei com o telefone tocando. Era uma vizinha avisando que o quintal estava cheio de água. Ficamos apavorados sem saber de onde vinha a água", explica Ramos. 

No momento, havia cinco pessoas dormindo na casa de Severino, incluindo ele. Para impedir os prejuízos caso a água chegasse até a casa dele, a família colocou sofá, geladeira e fogão em lugares mais altos.

Moradora da mesma rua, a empregada doméstica Patrícia Melo, de 31 anos, também acordou com um telefonema de vizinhos.

"Uma vizinha ligou para minha mãe por volta de 5h40 dizendo que o quintal dela estava cheio de água, perguntando se o nosso também estava. Quando a gente abriu a porta, viu o quintal todo alagado. A água quase atingiu o carro, mas meu pai conseguiu tirar e levou para outra rua que não estava alagada", conta.

A água não chegou a entrar na residência de Patrícia, que não teve outros prejuízos, já que conseguiram salvar o carro. Com uma filha de 7 anos de idade, a família foi para a casa de uma tia.

"Tivemos que subir as coisas em casa tudo às pressas. Há dois anos sofremos uma enchente por causa da chuva e perdemos móveis. Hoje foi um susto, e saímos de casa porque não sabíamos como está o terreno", diz.

A Águas do Rio afirma que está fazendo a manutenção na adutora que rompeu, e que profissionais da área de responsabilidade social da empresa estão prestando assistência às famílias. A concessionária diz ainda que até que o abastecimento de água seja regularizado, os moradores serão abastecidos por caminhões-pipa. A prefeitura de Nova Iguaçu diz que enviou equipes da Defesa Civil para o local, e que a Secretaria de Assistência Social e a Guarda Ambiental estão auxiliando os moradores.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários