PF faz operação contra fraude em licitação de testes rápidos de Covid
Divulgação/Polícia Federal
PF faz operação contra fraude em licitação de testes rápidos de Covid

Polícia Federal faz, na manhã desta terça-feira, a operação Reativo, que acontece no Rio e em seis municípios da Baixada Fluminense. A ação visa a apurar fraude em processo licitatório realizado para a compra de kits de teste rápido de Covid-19. Cento e vinte agentes cumprem 26 mandados de busca e apreensão. Um dos alvos é a Prefeitura de Japeri.

A investigação começou após a deflagração da Operação Apneuse, em setembro de 2020. De acordo com a PF, a análise feita pela Controladoria Geral da União (CGU) em contratos da governo municipal Japeri comprovou o sobrepreço nos processos licitatórios.

Três empresas que participaram da licitação fizeram uma combinação para direcionar a empresa ganhadora a firmar um contrato de R$ 2 milhões, aponta a investigação. A PF afirma ainda que essas empresas estão vinculadas a diversos processos licitatórios em outras cidades do Rio.

Os investigados — pessoas físicas e jurídicas — terão contas bancárias bloqueadas, bens e valores sequestrados por decisão judicial. Eles responderão pelos crimes de fraude à licitação e peculato.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários