Criança apresentava hematomas, cicatrizes e marcas de queimaduras
Reprodução/PCGO
Criança apresentava hematomas, cicatrizes e marcas de queimaduras

Um casal foi preso por torturar um menino de 7 anos em Planaltina, munícipio de Goiás. Investigações indicaram que pai e madastra agrediam a vítima constantemente. 

Segundo a polícia, a criança estava desnutrida e apresentava cicatrizes de agressões como hematomas e quimaduras. A suspeita é de que o casal queimava o menino com água quente. 

O caso já estava sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar e pela Polícia Civil, mas a prisão aconteceu apenas na última terça-feira (23). 

De acordo com a perícia, as cicatrizes no corpo do menino são de um tipo específico e indicam que as feridas eram provocadas contantemente. A vítima também apresentava edemas na cabeça. 

Leia Também

Além das agressões, a criança não era alimentada apropriadamente. O menino pesa apenas 20kg, o ideal para sua idade seria 35kg. O casal alegou que ele tinha problemas intestinais, por isso não comia com frequência.

A primeira denúncia sobre o caso foi feita no início do mês, quando vizinhos gravaram um momento de agressão. A criança está com o Conselho Tutelar local que ficará responsável por tomar as próximas providências sobre o caso.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários