Vacinação contra a covid-19 no estado do Pará é a terceira mais lenta no Brasil
Secretaria de Saúde do Pará
Vacinação contra a covid-19 no estado do Pará é a terceira mais lenta no Brasil

Algumas cidades do Pará estão investindo em maneiras um tanto irreverentes para incentivar a população a se vacinar contra a covid-19. Uma dessas maneiras é o sorteio de smartphones ou até mesmo motos.

Com apoio dos Conasems (Conselhos de Secretarias Municipais de Saúde) nacional e regional, o braço do órgão do estado afirma que a medida tem tido efeito.

Em campanha de vacinação de jovens menores de 18 anos, a prefeitura de Tucuruí, cidade a 460 quilômetros de Belém, anunciou o sorteio de 20 smartphones. As equipes de saúde vão até a escolas e ao final das aplicações, sorteiam os celulares.

Segundo o secretário de Saúde de Tucuruí e presidente do Conasems/PA, o resultado foi positivo, com a maioria das escolas registrando adesão à campanha.

O Norte é a região com a mais baixa porcentagem vacinal em todo o país, com o Pará sendo o terceiro estado com a menor cobertura em território nacional. Por lá, apenas 46% da população cumpriu o ciclo completo. 68% já tomou pelo menos a primeira dose.

Para evitar a fuga de pessoas da aplicação da segunda dose, as prefeituras de Novo Repartimento e de Breu Branco decidiram sortear motocicletas novas para estimular a população.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários